Lucro do Citi cai 46% com provisões por Rússia, menores receitas e mais despesas

De janeiro a março, o lucro líquido do banco somou US$ 4,3 bilhões - ante US$ 7,94 bilhões um ano antes.

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Citigroup reportou hoje (14) queda de 46% no lucro do primeiro trimestre, diante de provisões para perdas ligadas à Rússia, queda nas receitas e despesas mais altas.

O Citi adicionou US$ 1,9 bilhão às suas provisões no trimestre para se preparar para perdas de exposições diretas na Rússia e o impacto econômico da guerra na Ucrânia.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Isso elevou o custo de crédito para US$ 755 milhões, um contraste ante uma redução de US$ 2,1 bilhões das provisões um ano atrás, quando liberou reservas para perdas criadas durante a pandemia do Covid-19.

O Citi reduziu sua exposição à Rússia de US$ 9,8 bilhões para US$ 7,8 bilhões entre dezembro e março. Se o conflito evoluir para um cenário adverso, agora não perderá mais de US$ 3 bilhões, ante US$ 5 bilhões estimados no mês passado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

De janeiro a março, o lucro líquido do Citi somou US$ 4,3 bilhões, ou US$ 2,02 por ação, ante US$ 7,94 bilhões, ou US$ 3,62 por ação, um ano antes. Analistas, em média, esperavam lucro de 1,55 dólar por ação, segundo dados do Refinitiv IBES.

A receita caiu 2%, a US$ 19,2 bilhões. Isso se deveu principalmente à queda de 43% em banco de investimento, à medida que a onda de negócios com empresas de cheques em branco (SPACs) diminuiu, secando as taxas de subscrição.

A receita de tesouraria e soluções comerciais aumentou 18% devido a uma maior receita com juros e aumento de taxas.

Para tentar proteger a cotação das ações, o Citi tem usado excesso de capital para recompras. Diferente de outros grandes bancos, suas ações são negociadas com desconto em relação ao patrimônio líquido, tornando atraentes as recompras.

O banco retornou US$ 4 bilhões aos acionistas no trimestre, incluindo US$ 1 bilhão em dividendos.

As recompras ocorreram porque a conta de capital do Citi foi prejudicada por perdas não realizadas em títulos como resultado do recente aumento das taxas de juros.

Seu índice de capital de nível 1 caiu para 11,4%, de 12,2% em dezembro. O banco disse que pretende ter o índice de volta para 12% até o final do ano.

Compartilhe esta publicação: