Vale contestará alegação da SEC sobre Brumadinho

Regulador de mercado acredita que empresa enganou investidores sobre a segurança de barragens.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

O regulador de mercado norte-americano SEC acusa a Vale de enganar investidores sobre a segurança de barragens

Acessibilidade


A mineradora Vale discorda de alegações do regulador de mercado norte-americano SEC, que acusou hoje (28) a empresa brasileira de, por meio de divulgações, enganar investidores sobre a segurança de barragens antes do desastre de 2019 em Brumadinho (MG).

A companhia também vai contestar as acusações, disse o diretor de finanças e relações com investidores da Vale, Gustavo Pimenta.

LEIA TAMBÉM: Vale diz estar ‘confiante’ em atingir meta de produção de minério de ferro em 2022

Durante teleconferência para comentar os resultados do primeiro trimestre, ele comentou que a empresa havia acabado de tomar conhecimento das alegações.

“Certamente, discordamos…. certamente vamos contestar a alegação, isso vai levar seu próprio tempo e manteremos o mercado atualizado”, afirmou ele.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em nota após a teleconferência, a companhia disse que a SEC iniciou uma ação judicial contra a empresa em corte de Nova York, alegando que certas divulgações da Vale violaram as leis de valores mobiliários dos Estados Unidos.

“O processo foca em divulgações relacionadas à gestão de segurança de barragens da Vale anteriormente ao trágico rompimento da barragem em Brumadinho…”, disse.

“A Vale nega as alegações da SEC, incluindo a alegação de que suas divulgações violaram a lei dos Estados Unidos, e defenderá vigorosamente este caso.”

A companhia reiterou o compromissos de reparações que assumiu logo após o rompimento da barragem.

Compartilhe esta publicação: