Ações da China fecham em alta com melhora da situação da Covid em Xangai

Compartilhe esta publicação:

XANGAI (Reuters) – As ações da China terminaram em alta nesta terça-feira, quando Xangai alcançou um marco importante relacionado à Covid-19 necessário para aliviar as restrições, enquanto as gigantes da tecnologia e as ações de Hong Kong registraram o maior salto em seis semanas com notícias sobre reunião de um órgão consultivo para promover a economia digital.

Acessibilidade


As duas empresas de internet listadas em Hong Kong e o índice referencial Hang Seng tiveram a maior alta desde 29 de abril, quando as autoridades prometeram na reunião de alto nível do Politburo intensificar o apoio político para estabilizar a economia e os mercados financeiros.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,25% no dia, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,65%.

O índice de Hong Kong Hang Seng avançou 3,27%, enquanto o China Enterprises Index ganhou 3,7%.

Xangai alcançou um marco há muito esperado de três dias seguidos sem novos casos de Covid fora das zonas de quarentena – o status de “Covid zero”. O total de casos em todo o país também diminuiu, com 1.100 novos casos relatados na segunda-feira, contra 1.227 infecções no domingo.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,42%, a 26.659 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 3,27%, a 20.602 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,65%, a 3.093 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,25%, a 4.005 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,92%, a 2.620 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,98%, a 16.056 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,34%, a 3.201 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,27%, a 7.112 pontos.

Compartilhe esta publicação: