Ações de siderúrgicas desabam com possível retirada de tarifa de importação do aço

Compartilhe esta publicação:

Por Gabriel Araujo

Acessibilidade


As ações de siderúrgicas registravam forte queda nesta terça-feira na bolsa brasileira, à medida que o governo considera remover as tarifas de importação de 11 produtos alimentícios e de construção, incluindo aço.

A Reuters informou na segunda-feira, citando uma fonte familiarizada com o assunto, que o governo avalia a medida para ajudar a arrefecer os preços ao consumidor

Às 14h45, as ações PNA de Usiminas caíam 9%, as ações preferenciais de Gerdau perdiam 6% e os papéis de CSN cediam 6,2%.

As três ações estavam entre os piores desempenhos do Ibovespa na sessão, que operava estável.

Bruno Lima, analista do BTG Pactual, disse que o mercado está precificando um impacto negativo generalizado, ainda que os aços planos tendam a ser mais vulneráveis ​​a cortes de impostos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Entendemos que seria uma redução tributária momentânea, então a destruição do valor presente líquido das empresas deve ser limitada”, disse Lima.

(Por Gabriel Araujo)

Compartilhe esta publicação: