Ações europeias registram melhor pregão em 6 semanas com recuperação de setor cíclico

Compartilhe esta publicação:

Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal

Acessibilidade


(Reuters) – As ações europeias fecharam com ganhos pela segunda sessão consecutiva nesta quarta-feira, com impulso de balanços fortes e um aumento em setores economicamente sensíveis depois que o inflação nos Estados Unidos desacelerou acentuadamente em abril.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 1,74%, a 427,59 pontos, e registrou seu maior ganho percentual diário desde o final de março. Mineradoras, montadoras e empresas de petróleo e gás subiram mais de 3% cada.

A recuperação do humor veio na esteira de uma forte liquidação nos mercados de ações globais neste mês em razão de temores de que um aperto monetário agressivo e lockdowns na China alimentarão uma desaceleração econômica, o que levou o STOXX 600 para uma mínima em dois meses na segunda-feira.

O índice cai 5% até agora neste mês.

Dados mostraram que o crescimento dos preços ao consumidor nos Estados Unidos desacelerou acentuadamente em abril, com os preços da gasolina saindo de máximas recordes, sinal de que a inflação provavelmente atingiu o pico. Mas é provável que continue elevada por um tempo, o que mantém o Federal Reserve na trajetória de subir os juros.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Quando a poeira baixou, os operadores se concentraram no fato de que tanto a inflação quanto o núcleo arrefeceram no mês, o que removeu grande parte do medo sobre a perspectiva de grandes aumentos nos juros”, disse David Madden, analista de mercado da Equiti Capital.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,44%, a 7.347,66 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,17%, a 13.828,64 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,50%, a 6.269,73 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,84%, a 23.724,20 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 2,13%, a 8.312,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,21%, a 5.789,96 pontos.

Compartilhe esta publicação: