Banco Pan lucra R$195 milhões no 1º tri, inadimplência cresce

O índice de inadimplência acima de 90 dias manteve-se em crescimento e foi a 6,8% no período, ante 6,3% no último trimestre de 2021.

Reuters
Compartilhe esta publicação:

O Banco Pan teve lucro líquido de R$ 195 milhões no primeiro trimestre, alta de 3% tanto na comparação anual, quanto frente aos últimos três meses de 2021.

Acessibilidade


O banco atribuiu o resultado principalmente à “manutenção da margem financeira robusta e redução das despesas relacionadas à eficiência na aquisição de clientes”, segundo comunicado.

Os números foram divulgados na noite de ontem.

O relatório de resultado da instituição, mostra que a carteira de crédito do Pan no fim de março era de R$ 36,2 bilhões, um avanço de 20% em 12 meses e de 4% na base trimestral.

A originação de crédito de varejo, porém, caiu 13% na comparação com os três meses imediatamente anteriores, para quase 6 bilhões de reais, com os maiores impactos vindos de empréstimos consignados e de financiamento de veículos leves.

O índice de inadimplência acima de 90 dias manteve-se em crescimento e foi a 6,8% no período, ante 6,3% no último trimestre de 2021 e de 5,0% um ano antes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Já a margem financeira gerencial do Pan foi de 17,5% nos três meses encerrados em março, quedas de cerca de 1 ponto percentual em relação ao primeiro e o quarto trimestres de 2021.

As despesas totais caíram 5% frente aos últimos três meses do ano passado, enquanto a base de clientes total da instituição subiu a 19,4 milhões, contra 17,1 milhões no final do ano passado.

Compartilhe esta publicação: