Bank of America aumenta salário mínimo para US$22 por hora nos EUA

Em 2021, o banco prometeu pagar pelo menos 25 dólares por hora até 2025, o salário mínimo mais alto de qualquer grande banco de varejo

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Lucas Jackson/Reuters
Lucas Jackson/Reuters

Logo do Bank of America

Acessibilidade


O Bank of America disse hoje (23) que está elevando o salário mínimo de seus empregados nos Estados Unidos para 22 dólares por hora, aproximando-se de sua promessa de pagar aos trabalhadores 25 dólares por hora até 2025.

O segundo maior banco dos Estados Unidos em ativos vem aumentando seu salário mínimo desde 2017, quando era de 15 dólares, e está na vanguarda dos bancos que aumentam o salário base para funcionários que trabalham por hora.

No ano passado, o banco prometeu pagar pelo menos 25 dólares por hora até 2025, o salário mínimo mais alto de qualquer grande banco de varejo, e também começou a exigir que seus fornecedores estabelecessem um salário mínimo de 15 dólares por hora.

Este último aumento salarial ocorre em um momento em que a inflação nos Estados Unidos está na máxima de 40 anos, elevando os preços de alimentos, saúde e aluguéis, que em março atingiram o nível mais alto desde 2006.

Há também um número recorde de vagas de empregos não preenchidas, o que significa que os bancos enfrentam forte concorrência para contratar novos funcionários e estão dando alta prioridade à manutenção dos trabalhadores que têm.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Sheri Bronstein, diretora de recursos humanos, disse que os aumentos e outros benefícios do banco fazem parte do “nosso foco em ser um ótimo lugar para trabalhar… para que continuemos atraindo e retendo os melhores talentos”.

Em janeiro, o banco concedeu a cerca de 97% de seus funcionários prêmios especiais de remuneração, a maioria na forma de unidades de ações restritas.

Compartilhe esta publicação: