BCE vê sequência de movimentos para elevar os juros a território positivo, diz Lane

O caminho percorrido é mais importante do que a data exata do primeiro movimento, afirmou o economista-chefe.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Gonzalo Fuentes/Reuters
Gonzalo Fuentes/Reuters

Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu

Acessibilidade


O Banco Central Europeu está se preparando para uma sequência de aumentos dos juros que colocará sua taxa de referência em território positivo, mas o caminho percorrido é mais importante do que a data exata do primeiro movimento, disse hoje (5) o economista-chefe do BCE, Philip Lane.

Com a inflação subindo a um nível recorde de 7,5% no mês passado, os formuladores de política monetária têm defendido uma saída mais rápida do estímulo e vários, incluindo a membro do Conselho Isabel Schnabel, defenderam um movimento já em julho.

Leia mais: Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

“Acho que está claro que em algum momento vamos mexer nos juros, não apenas uma vez, mas com o tempo, em uma seqüência”, disse Lane ao instituto Bruegel. “Quando exatamente isso vai começar?… Não deve ser visto como a questão mais importante.”

Lane argumentou que a trajetória de normalização da política monetária é mais relevante, assim como a definição da taxa neutra, nível em que o banco nem estimula nem atrasa a economia.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“(Taxa de depósito) de -0,5% não está de acordo com a meta de 2% de inflação”, disse Lane. “Se acreditamos que a inflação ficará estável em torno de 2%, -0,5% não é consistente, zero não é consistente”. Sabemos que a normalização será mais do que isso.”

Mas ele também defendeu movimentos graduais, especialmente porque o crescimento dos salários, uma condição necessária para uma inflação duradoura, ainda é relativamente fraco, apontando para uma inflação que se estabiliza em torno da meta de 2% do BCE, em vez de superá-la.

Compartilhe esta publicação: