Bloqueios contra Covid-19 na China prejudicam fluxo de mercadorias e cadeias de suprimentos, diz Yellen

A secretária do Tesouro dos EUA disse que a China parece estar passando por uma desaceleração no crescimento

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Foto de Janet Yellen, secretária do Tesouro dos Estados Unidos

Acessibilidade


A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, disse hoje (18) que os bloqueios contra a Covid-19 na China parecem estar impedindo o fluxo de mercadorias e prejudicando as cadeias globais de suprimento.

Yellen afirmou a jornalistas em coletiva de imprensa em Bonn, Alemanha, que a China também parece estar passando por uma desaceleração no crescimento.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Taxa de câmbio

A secretária do Tesouro norte-americano também falou que os Estados Unidos estão comprometidos com uma taxa de câmbio determinada pelo mercado, após ser questionada por repórteres sobre o recente fortalecimento do dólar.

Ela disse a jornalistas –antes de uma reunião dos ministros das Finanças do G7 em Bonn, Alemanha– que a política monetária mais apertada nos EUA e a aversão ao risco são elementos que favorecem a força do dólar.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Sanções contra a Rússia

Janet Yellen ainda falou sobre as sanções ocidentais contra a Rússia, que já tiveram um enorme impacto.

“A Rússia está passando por recessão, inflação alta, desafios agudos em seu sistema financeiro e (uma) incapacidade de adquirir materiais e produtos necessários para apoiar sua guerra ou sua economia”, disse ela.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: