BNDES tem lucro recorde no 1º tri impulsionado por venda de ações da JBS

Resultado foi influenciado por dividendos da Petrobras, vendas de ações e reclassificação de investimento na JBS.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Entrada do prédio do BNDES no Rio de Janeiro

Acessibilidade


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje (12) que teve lucro líquido recorde de R$ 12,9 bilhões  no primeiro trimestre, alta de 32% ante igual período de 2021.

Segundo o banco de fomento, o resultado foi influenciado por receita com dividendos da Petrobras, vendas de ações e reclassificação de investimento na JBS.

Em fevereiro, o BNDES vendeu mais de 50 milhões de ações da JBS em operação de cerca de R$ 1,9 bilhão.

De janeiro a março, os desembolsos do BNDES somaram R$ 14,8 bilhões , alta de 31% no comparativo anual. O índice de inadimplência da carteira acima de 90 dias ficou em 0,21%.

“Mais importante que lucros e desembolsos é a qualidade do resultado”, disse o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, em nota.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: