China se esforçará por crescimento econômico razoável no 2° tri, diz premiê

O primeiro-ministro Li Keqian também disse que o país buscará reduzir sua taxa de desemprego o mais rápido possível

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Aly Song/Reuters
Aly Song/Reuters

Distrito financeiro de Lujiazui, em Xangai, China

Acessibilidade


A China se esforçará para alcançar um crescimento econômico razoável no segundo trimestre, disse hoje (25) o primeiro-ministro do país, Li Keqiang, segundo a mídia estatal.

A China também buscará reduzir sua taxa de desemprego o mais rápido possível, disse Li em uma reunião nacional sobre a estabilização da economia.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os indicadores econômicos da China enfraqueceram significativamente desde março, especialmente em abril, disse Li, acrescentando que as dificuldades econômicas em alguns aspectos foram ainda maiores do que em 2020, quando a economia foi atingida pela primeira vez pelo surto de Covid-19.

Muitos economistas do setor privado esperam que a economia chinesa encolha neste trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, em comparação com crescimento de 4,8% registrado no primeiro trimestre.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A China divulgará diretrizes detalhadas de implementação de um pacote de medidas para estabilizar o crescimento até o final de maio, acrescentou Li.

O gabinete chinês anunciou na segunda-feira um pacote de medidas, incluindo a ampliação de abatimentos de créditos fiscais, adiamento de pagamentos à previdência social e pagamentos de empréstimos e o recrutamento de novos projetos para apoiar a economia.

Compartilhe esta publicação: