Cielo (CIEL3) reajusta valor por ação de JCP referente ao primeiro trimestre; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Eletrobras, Petrobras, Fleury e Monteiro Aranha

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (18), a Cielo informou que o valor final a ser distribuído em JCP (juros sobre capital próprio), referente ao primeiro trimestre de 2022, será de R$ 0,02420 por ação, e não mais de R$ 0,02421 por ação.

Já o CEO da Eletrobras afirmou, ontem (17), que a empresa pretende realizar a oferta de capitalização “o quanto antes”, possivelmente em junho.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja esses e outros destaques corporativos do dia:

Cielo (CIEL3)

A Cielo informou que o valor final por ação dos JCP (juros sobre capital próprio), referente ao primeiro trimestre de 2022, será de R$ 0,02420. Esse ajuste no valor por ação, que inicialmente era de R$ 0,02421, é devido à alteração na quantidade de ações detidas em tesouraria pela companhia.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O valor total a ser pago a título de JCP, no montante de R$ 65,1 milhões, não sofreu alteração. A companhia reiterou que os proventos serão pagos aos acionistas no dia 24 de maio, com base na posição acionária de 10 de maio.

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras pretende realizar a oferta de capitalização “o quanto antes”, possivelmente em junho, ainda que a data limite para fazer a operação com base nos resultados financeiros do primeiro trimestre seja em meados de agosto, disse o CEO da estatal, Rodrigo Limp.

Em teleconferência para comentar o balanço trimestral, o executivo avaliou ainda que o imbróglio relacionado a um aumento de capital na Santo Antônio Energia, da qual a Eletrobras é acionista, não deve ter impacto sobre o processo de desestatização.

O Tribunal de Contas da União (TCU) retoma hoje (18) sua última análise sobre a privatização da Eletrobras e ainda não há clareza sobre o potencial resultado do julgamento, embora a expectativa seja positiva, afirmou Limp.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras informou que ocorreu um vazamento de óleo diesel seguido de fogo na Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), localizada na cidade de Cubatão, no estado de São Paulo.

O local foi imediatamente isolado e a equipe de brigadistas da refinaria controlou a ocorrência. Não houve feridos nem danos às demais instalações da refinaria.

A Petrobras notificou os órgãos ambientais e demais órgãos competentes e não há impacto na produção de derivados ou risco ao abastecimento do mercado.

Fleury (FLRY3)

A empresa de diagnósticos médicos Fleury anunciou que formou uma parceria com a Atlântica Hospitais, controlada indiretamente pelo Bradesco, e com a Beneficência Portuguesa para tratamento preventivo do câncer.

Juntos, os parceiros devem investir cerca de R$ 678 milhões no projeto nos próximos cinco anos. Os recursos serão aplicados em clínicas oncológicas e centros de tratamento de maior complexidade pelo país, disse o Fleury, explicando que a nova companhia terá associação paritária dos sócios.

A transação vem após a companhia ter sido cobrada a fazer movimentos mais ousados de expansão não orgânica para fora de seu mercado principal de diagnósticos médicos para melhor medir forças com grandes grupos verticalizados de medicina, como Hapvida e Rede D’Or.

Monteiro Aranha (MOAR3)

A Monteiro Aranha informou que foi aprovado o pagamento de dividendos no montante total de R$ 16 milhões, correspondente a R$ 1,3059 por ação, e de JCP no montante total de R$ 9 milhões, correspondente a R$ 0,7346 por ação.

Terão direito aos proventos os detentores de ações de emissão da companhia em 20 de maio. Os pagamentos serão realizados a partir de 1º de junho de 2022. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: