Economia da França encolhe no 1º tri e inflação afeta consumidores

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


PARIS (Reuters) – A economia da França encolheu inesperadamente no primeiro trimestre, com os consumidores lutando para lidar com a inflação em alta, mostraram dados oficiais nesta terça-feira, pressionando o presidente Emmanuel Macron a caminho das eleições legislativas deste mês.

A agência de estatísticas INSEE informou que a segunda maior economia da zona do euro contraiu 0,2% nos três meses até março na comparação com o trimestre anterior. Anteriormente, a agência havia estimado que o Produto Interno Bruto havia ficado estável durante esse período.

Os dados mostraram que os gastos dos consumidores foram mais fracos do que o estimados anteriormente, caindo 1,5% em vez da leitura anterior de 1,3%, à medida que as famílias evitaram gastos com carros novos e hotéis.

Enquanto um surto da variante Ômicron da Covid-19 pesou sobre a atividade no início do ano, o aumento da inflação ao consumidor – que o INSEE disse ter atingido um recorde de 5,8% em maio – afetou os gastos das famílias.

(Reportagem de Leigh Thomas)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: