Engie Brasil quer ser mais competitiva em leilão de transmissão de energia

SÃO PAULO (Reuters) – A Engie Brasil Energia deve participar do leilão de transmissão de junho e está reforçando suas equipes para ser “bem mais competitiva” nas próximas disputas desse segmento, disse nesta sexta-feira o.

Compartilhe esta publicação:

SÃO PAULO (Reuters) – A Engie Brasil Energia deve participar do leilão de transmissão de junho e está reforçando suas equipes para ser “bem mais competitiva” nas próximas disputas desse segmento, disse nesta sexta-feira o diretor financeiro da elétrica, Marcelo Malta.

Acessibilidade


“Muito provavelmente iremos participar… A gente sabe que não temos conseguido ser competitivos, os últimos leilões saíram com níveis de preço bem abaixo do que esperamos para viabilizar um projeto dessa natureza… Estamos fazendo todo o dever de casa para tentar ser bem mais competitivos”, afirmou, em teleconferência de resultados.

Segundo Malta, a concorrência pode ser mais restrita nos próximos dois certames de transmissão devido ao maior porte dos projetos que serão oferecidos ao mercado.

O diretor disse ainda que a companhia tem visto mais oportunidades de negócio para a transportadora de gás TAG. Ele observou que a abertura do mercado de gás ainda está em processo de maturação, mas apontou que “alguns movimentos” trazem “algum otimismo” para a companhia.

“Já percebemos interesse pela utilização do gasoduto em oportunidade de expansão”, disse, citando contratos fechados em Sergipe e Ceará.

Já em geração de energia renovável, a Engie Brasil acabou de aprovar em conselho a aquisição de um projeto eólico na Bahia e ainda vai decidir sobre o início de implantação do projeto. Caso seja aprovado, o novo complexo deve elevar o nível de investimentos, disse Malta.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

(Por Letícia Fucuchima)

Compartilhe esta publicação: