Ibovespa cede com ações de commodities em meio à aversão ao risco global

Por Andre Romani SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira caía forte nesta segunda-feira, acompanhando os mercados internacionais, à medida que novos sinais de desaceleração econômica na China e preocupações com o.

Compartilhe esta publicação:

Por Andre Romani

Acessibilidade


SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira caía forte nesta segunda-feira, acompanhando os mercados internacionais, à medida que novos sinais de desaceleração econômica na China e preocupações com o aperto monetário em curso nos Estados Unidos impactavam negativamente os negócios.

Vale, Petrobras e Itaú Unibanco eram as maiores influências negativas ao índice, no caso do banco após divulgação de balanço financeiro, enquanto Sabesp estava entre as raras altas do dia, também na sequência de resultados.

Às 12:21 (de Brasília), o Ibovespa caía 2,07%, a 102.961,03 pontos e voltava a acumular queda em 2022, já que o patamar de fechamento em 2021 foi de 104.822,44 pontos. O volume financeiro da sessão era de 8,2 bilhões de reais.

“Em semana cautelosa, com divulgação de dados de inflação nos EUA, se somam os temores com lockdowns na China e as ações do G7 em torno de banir as importações de petróleo russo, levando os investidores a exigirem maiores prêmios nas curvas de juros internacionais. Isso fazia as bolsas seguirem o processo de queda da semana passada”, escreveu Nicolas Borsoi, economista-chefe da Nova Futura, em comentário a clientes pela manhã.

Dados fracos da balança comercial chinesa, com o menor crescimento de exportações em quase dois anos e novas restrições contra Covid-19 nas cidades em Xangai e Pequim elevaram as preocupações dos investidores com a performance da economia do país asiático. Isso impactava os mercados em todo o globo e ajudava a derrubar os preços de commodities, incluindo o minério de ferro e o petróleo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em Wall Street, os principais índices de ações caíam entre 1,4% e 2,9%, também sob efeito da alta dos rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano diante da perspectiva de aperto monetário mais agressivo nos EUA.

Quanto à guerra na Ucrânia, mercado mantinha cautela em dia que a Rússia comemora o aniversário da vitória sobre o nazismo.

No Brasil, o ministro da Economia, Paulo Guedes, sugeriu que governo e Congresso deem andamento a uma reforma do Imposto de Renda (IR) mais enxuta, enquanto noticiário do final de semana teve a pauta fiscal em foco.

DESTAQUES

– PETROBRAS PN cedia 2,1% e ON caía 3,4%, diante de queda de mais de 3% nos contratos de petróleo tipo Brent e após a estatal anunciar elevação de 8,87% no preço médio do diesel nas refinarias.

– VALE ON perdia 3,6% e siderúrgicas caíam forte lideradas pela queda de 3,9% da CSN ON, depois que os contratos futuros de minério de ferro chegaram a cair até 7% em Dalian, em meio a preocupações com demanda na China.

– ITAÚ UNIBANCO PN recuava 2,9%, após o maior banco privado do país ver seu lucro recorrente crescer 15% no primeiro trimestre, ainda que tenha vindo praticamente em linha com a projeção de analistas. A aceleração no crédito e receitas com serviços, além de um controle despesas, ajudaram a compensar a forte alta de provisões. Outros bancos de varejo também exibiam baixa.

– BTG PACTUAL UNIT caía 0,4%, após subir na abertura, à medida que o lucro líquido ajustado do banco de investimentos aumentou 72% no primeiro trimestre ante um ano antes. A unidade de sales & trading teve seu melhor trimestre desde 2016.

– AZUL PN retraía 4%, mesmo após a companhia aérea divulgar redução no prejuízo líquido ajustado, com receita recorde no primeiro trimestre e projeção de maior Ebitda de sua história em 2022.

– LOCAWEB ON afundava 8,9%, PETZ ON tinha queda de 6,1%, NATURA ON recuava 6,3% e MAGAZINE LUIZA ON apontava queda de 6,5%. Estas ações estavam entre as de pior desempenho do índice. VIA ON caía 3,6% antes de divulgar balanço à noite.

– SABESP ON tinha alta de 0,9%, após dizer na sexta-feira à noite que seu lucro quase dobrou de janeiro a março frente à mesma base de 2021, diante de um impulso gerado por ganhos com valorização do real ante o dólar.

– ENGIE BRASIL ON tinha valorização de 1,1%, CPFL ENERGIA ON tinha alta de 0,6% e TAESA UNIT valorizava-se 0,7%, com papéis do setor de energia estando entre as poucas altas em percentual do Ibovespa.

– EMBRAER ON cedia 6,5%. A companhia anunciou mais cedo a conclusão da combinação de negócios entre a sua subsidiária Eve, de mobilidade urbana, e a empresa de cheque em branco Zanite.

Compartilhe esta publicação: