Ibovespa fecha estável com ajuda de Petrobras e Bradesco, mas cai 2,5% na semana

Ações da Petrobras (PETR3) subiram mais de 3% após lucro recorde.

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou estável hoje (5), com leve variação negativa de 0,16%, a 105.134 pontos. O principal índice brasileiro seguiu o mau humor das bolsas internacionais, que repercutem os dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos.

O Ibovespa recuou 2,5% no acumulado da semana, apagando os avanços de 2022. Por aqui, os balanços positivos da Petrobras (PETR3 e PETR4) e do Bradesco (BBDC4) evitaram perdas maiores.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os resultados do primeiro trimestre deste ano da estatal, divulgados ontem (5), mostraram uma alta de quase 3.000% no lucro líquido, que chegou a R$ 43,3 bilhões. Os papéis subiram 3,78% e 3,28% nesta sessão.

O Bradesco também ficou entre as maiores altas do dia depois de reportar lucro de R$ 6,8 bilhões. As ações fecharam com avanço de 2,09%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As duas maiores altas do dia foram a Alpargatas (ALPA4) e as Lojas Renner (LREN3), com 6,37% e 5,99%, respectivamente. As empresas também divulgaram seus resultados financeiros do trimestre e animaram os analistas.

Do lado oposto, a Petz (PETZ3) registrou a maior queda do dia, de 12,72%, apesar dos valores positivos do acumulado do 1º trimestre. A empresa lucrou R$ 21,1 milhões, mas os resultados não foram bem recebidos pelo mercado.

O Carrefour (CRFB3) também não escapou da desvalorização após o balanço financeiro. As ações da empresa recuaram 7,04%.

Nos Estados Unidos, a tensão em torno das próximas movimentações do Federal Reserve, o banco central dos EUA, continuam abalando os índices. O Dow Jones perdeu 0,30% a 32.899 pontos; o S&P 500 recuou 0,57%, a 4.123 pontos; e o Nasdaq caiu 1,40% a 12.144 pontos.

O dólar voltou a subir 1,17% nas negociações de hoje, com o sentimento de cautela ainda prevalecendo entre os investidores. A moeda fechou cotada a R$ 5,0754. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: