Ibovespa sobe com alta das ações de commodities e descola de Wall Street

Ações da CSN e CSN Mineração são destaque positivo do pregão

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou em cenário positivo hoje (19), com alta de 0,71%, a 107.005 pontos, após um pregão marcado por volatilidade no mercado acionário de Nova York. Por aqui, as empresas de commodities se destacam e impulsionam o índice após o lockdown na China mostrar leve melhora.

Na agenda macroeconômica, o Ministério da Economia piorou as projeções oficiais para o desempenho da inflação e deixou inalteradas as estimativas para a atividade econômica neste ano e em 2023.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Para a inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a estimativa da equipe econômica subiu para 7,90% em 2022, contra 6,55% da projeção feita em março. Para 2023, o patamar subiu de 3,25% para 3,60%.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), foi mantida a estimativa de uma alta de 1,5% em 2021. De acordo com o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Pedro Calhman, a projeção já considera efeitos do aperto monetário realizado pelo Banco Central.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No cenário corporativo, as mineradoras e siderúrgicas passaram o dia no campo positivo, com Vale (VALE3) fechando em alta de 2,66%. O destaque, no entanto, ficou para os papéis da CSN Mineração (CMIN3) e CSN (CSNA3), que anunciaram a recompra de 164 milhões de ações. Os ativos subiram 9,07% e 7,20%.

As ações da Eletrobras (ELET3 e ELET6) também mostraram valorização na sessão, de 3,03% e 2,54%, após o TCU (Tribunal de Contas da União) aprovar o processo de privatização da estatal na noite de ontem (19).

Do lado oposto do índice, a Petz (PETZ3) fechou em queda de 5,02%, enquanto a Hapvida (HAPV3) não conseguiu reverter o movimento de queda de ontem e recuou 4,11%.

Nos Estados Unidos, os índices operaram com forte volatilidade durante as negociações e fecharam em queda. O Dow Jones perdeu 0,75% a 31.253 pontos; o S&P 500 recuou 0,58%, a 3.900 pontos; e o Nasdaq caiu 0,26% a 11.388 pontos.

Os efeitos da inflação elevada estão contaminando a economia e gerando calafrios nos investidores, depois que números das principais varejistas dos Estados Unidos mostraram redução no consumo de itens mais caros e que geram maior margem de lucro para as empresas.

Os investidores derrubaram em quase 25% as ações da Target ontem (19), quando a companhia divulgou que seu lucro caiu pela metade. Os papéis do Walmart cederam mais de 17% desde a divulgação de resultados fracos na terça-feira (18). Hoje, os papéis continuam em queda de 5,06% e 2,74%.

Leia mais: Herdeiros de fundador do Walmart perdem US$ 34 bilhões em dois dias com queda das ações

O dólar recuou 1,28% nas negociações de hoje, com os investidores voltando sua atenção para os ativos brasileiros em meio a preocupações com a inflação do exterior. A moeda fechou cotada a R$ 4,9167. (Com Reuters)

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: