Ibovespa sobe com valorização das ações da Petrobras

Dólar recua 1,41% e atinge R$ 4,80

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou em alta de 1,71% hoje (23), a 110.345 pontos, após um pregão marcado pela recuperação das ações de crescimento no Brasil e no exterior. As empresas de commodities impulsionaram a alta do índice, com o minério de ferro  subindo quase 7%.

As notícias de que a China está reabrindo a sua economia trouxeram mais ânimo aos investidores, assim como o posicionamento do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sobre a revisão de tarifas a produtos chineses.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

As ações da Petrobras (PETR3 e PETR4) ficaram entre as maiores altas do dia, com avanços de 3,69% e 3,93%, impulsionadas pelo aumento do preço do petróleo. Os papéis da CSN (CSNA3) também se destacaram e cresceram 3,98% no pregão. Os ativos da Vale (VALE3) acompanharam a movimentação positiva e fecharam em alta de 2,04%.

As ações do IRB (IRBR3) tiveram a maior alta do dia, crescendo 9,23%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No campo negativo, os papéis da Qualicorp (QUAL3) sofreram com a queda da rentabilidade do setor e recuaram 4,55%. As ações do Enjoei (ENJU3) também perderam 6,39% após a companhia anunciar a suspensão das negociações para a compra da plataforma online de brechó de luxo Gringa.

A Locaweb (LWSA3) continua em queda de 3,03%, após muita volatilidade na última semana.

Nos Estados Unidos, os índices fecharam em alta. O Dow Jones ganhou 1,98% a 31.880 pontos; o S&P 500 cresceu 1,86%, a 3.976 pontos; e o Nasdaq subiu 1,59% a 11.535 pontos.

As famílias norte-americanas relataram seu nível mais alto de bem-estar financeiro desde que esse fator começou a ser acompanhado, há quase uma década. A melhora foi sentida em todos os grupos raciais e étnicos, mostrou um relatório do Federal Reserve hoje.

Na Europa, o Banco Central Europeu reconheceu que precisa subir os juros e tirar dinheiro da economia para conter a inflação, o que foi bem visto pelo mercado em geral.

O dólar recuou 1,41% nas negociações de hoje, com os investidores voltando sua atenção para os ativos brasileiros. A moeda fechou cotada a R$ 4,8044. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: