Importação de minério de ferro pela China recua em abril

O maior consumidor de minério de ferro do mundo recebeu 86,06 milhões de toneladas do material em abril, 12,7% a menos que um ano antes.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Stringer/Reuters
Stringer/Reuters

Minério de ferro no porto de Zhoushan, China

Acessibilidade


Uma queda nas importações chinesas de minério de ferro se estendeu até abril, com os fornecedores lidando com interrupções enquanto um surto de Covid suprimiu a demanda.

O maior consumidor de minério de ferro do mundo recebeu 86,06 milhões de toneladas do material em abril, 12,7% a menos que um ano antes, o que indica atividade fraca na indústria siderúrgica do país.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

As importações do minério, material para a fabricação do aço, foram 1,4% menores do que em março, quando o volume já havia caído 14,5% em relação ao ano anterior – pelos mesmos fatores. A Administração Geral das Alfândegas divulgou os dados na segunda-feira.

A produção de mineradoras, incluindo BHP, Rio Tinto e Fortescue Metals Group na Austrália, foi interrompida por problemas na cadeia de suprimentos e escassez de mão de obra induzida pela pandemia, enquanto a brasileira Vale também teve problemas climáticos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Na China, a pandemia também está restringindo o transporte de matérias-primas e produtos siderúrgicos, suprimindo sua demanda.

“A recuperação dos embarques das principais mineradoras foi leve em abril e dois dos países fornecedores menores –Ucrânia e Rússia– suspenderam as exportações devido ao conflito”, disse Cheng Peng, analista da SinoSteel Futures.

Entre janeiro e abril, a China importou 354,4 milhões de toneladas de minério de ferro, uma queda de 7,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo a administração aduaneira.

“Espera-se que a oferta da Vale melhore após o primeiro trimestre… mas a restrição de oferta na Austrália pode continuar até o segundo trimestre”, disse Cheng.

Compartilhe esta publicação: