Knot diz que alta de 0,5 p.p. dos juros pelo BCE em julho é possível se a inflação se ampliar

Compartilhe esta publicação:

(.)

Acessibilidade


AMSTERDÃ (Reuters) – O Banco Central Europeu deveria aumentar sua taxa de juros em 0,25 ponto percentual em julho, mas ainda não deve descartar uma alta maior, disse o chefe do banco central da Holanda, Klaas Knot, ao programa de TV holandês College Tour.

“O primeiro aumento da taxa de juros está agora sendo precificado para a reunião de política monetária de 21 de julho, e isso me parece realista”, disse Knot.

Ele acrescentou que o BCE deveria, no entanto, manter a porta aberta para um movimento maior se os dados recebidos nos próximos meses sugerirem que a inflação está “se ampliando mais ou se acumulando”.

“Se este for o caso, um aumento maior também não deve ser excluído”, disse Knot. “Nesse caso, um próximo passo lógico seria de (até) 0,5 ponto percentual”

Os mercados financeiros atualmente precificam 97 pontos base de aumento na taxa de depósito do BCE, atualmente de -0,5%, ao longo do restante do ano, com o primeiro movimento previsto para julho e altas subsequentes em cada reunião de política neste ano.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O BCE se reunirá no próximo dia 9 de junho, mas essencialmente descartou uma subida da taxa então, uma vez que continua a acumular dívida governamental.

Sua orientação estipula que as taxas só podem subir uma vez que a compra do títulos termine, o que se espera para a metade do ano.

(Reportagem de Bart Meier)

Compartilhe esta publicação: