Putin ordena sanções retaliatórias contra Ocidente, diz Kremlin

De acordo com o decreto, a Rússia proibirá a exportação de produtos e matérias-primas para pessoas e entidades que ela tenha sancionado.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

Vladimir Putin, assinou um decreto sobre sanções econômicas retaliatórias em resposta às “ações hostis de certos Estados estrangeiros e organizações internacionais”

Acessibilidade


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto sobre sanções econômicas retaliatórias em resposta às “ações hostis de certos Estados estrangeiros e organizações internacionais”, disse o Kremlin hoje.

O documento não fornece nenhum detalhe sobre quais indivíduos ou entidades podem ser afetados pelas medidas.

De acordo com o decreto, a Rússia proibirá a exportação de produtos e matérias-primas para pessoas e entidades que ela tenha sancionado.

O decreto também proíbe transações com pessoas e empresas estrangeiras atingidas pelas sanções retaliatórias da Rússia, e permite que as contrapartes russas não cumpram suas obrigações para com elas.

Segundo o decreto, o governo russo tem 10 dias para compilar listas de indivíduos e empresas estrangeiras a serem sancionadas, bem como para definir “critérios adicionais” para uma série de transações que poderiam estar sujeitas a restrições

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

 

Compartilhe esta publicação: