SpaceX, de Elon Musk, deve virar startup mais valiosa dos EUA

A venda de ações pode avaliar a SpaceX em mais de US$ 125 bilhões

Reuters
Compartilhe esta publicação:

A SpaceX levantou US$ 337,4 milhões em dezembro e US$ 1,16 bilhão em financiamento de capital em abril

Acessibilidade


A SpaceX, do bilionário Elon Musk, está prestes a se tornar a startup mais valiosa dos Estados Unidos, com avaliação de mais de US$ 125 bilhões em uma operação no mercado secundário, disseram fontes familiarizadas com o assunto.

As ações, avaliadas em cerca de US$ 72 cada, subiram desde outubro, quando foram vendidas em um desdobramento que avaliou a empresa de foguetes em US$ 100 bilhões.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Não foram emitidas novas ações na oferta, mas a empresa indicou aos investidores que poderá fazê-lo ainda neste ano, disse uma das fontes, que pediu para não ser identificada.

A venda de ações pode avaliar a SpaceX em mais de US$ 125 bilhões, superando a fintech Stripe, avaliada em US$ 115 bilhões em uma operação no mercado secundário.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Não foi possível saber quantas ações foram disponibilizadas para venda. É comum que empresas de alto valor ofereçam ações no mercado secundário para dar liquidez aos primeiros investidores e funcionários.

A Reuters não conseguiu determinar se o presidente-executivo da SpaceX, Elon Musk, que tem 44% da empresa e assinou um acordo de US$ 44 bilhões para comprar o Twitter, está entre os vendedores. Musk também preside a Tesla.

A SpaceX não respondeu imediatamente ao pedido de comentário da Reuters. A informação da colocação privada foi divulgada inicialmente pelo New York Post na segunda-feira (16).

A SpaceX levantou US$ 337,4 milhões em dezembro e US$ 1,16 bilhão em financiamento de capital em abril, de acordo com registros regulatórios.

A empresa compete com o empreendimento espacial Blue Origin, de Jeff Bezos, ex-presidente-executivo da Amazon.com, e com a Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, na crescente constelação de companhias comerciais de foguetes.

A SpaceX já lançou várias cargas e levou astronautas à Estação Espacial Internacional para a Nasa, incluindo 19 lançamentos de foguetes somente neste ano.

Compartilhe esta publicação: