Tesla pretende elevar produção em Xangai a nível pré-lockdown na terça-feira

A montadora de carros elétricos pretende mais que dobrar a produção diária na fábrica

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Foto mostra carro da Tesla em evento da montadora de carros elétricos
Patrick Pleu/Pool/Reuters

A Tesla não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Acessibilidade


A Tesla (TSLA) planeja restabelecer a produção em sua fábrica em Xangai no patamar em que operava antes do lockdown até a próxima terça-feira (24), o que representa um atraso de um dia frente ao plano mais recente da fabricante de veículos elétricos, de acordo com um memorando interno visto pela Reuters.

A montadora de carros elétricos pretende mais que dobrar a produção diária na fábrica de Xangai, impactada pelas restrições contra Covid-19 na cidade, para 2.600 veículos elétricos a partir de amanhã, segundo memorando que detalha o plano.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O montante compara-se à produção de hoje (23) de cerca de mil veículos elétricos e colocaria a fabricação semanal da Tesla em quase 16 mil unidades, de acordo com o documento. A Tesla não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Há pouco mais de duas semanas, a empresa planejava retornar aos níveis de produção pré-lockdown até 16 de maio, mas atrasou essa meta em uma semana.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Entre os desafios para a empresa – e a outros fabricantes em Xangai – estão a falta de trabalhadores, dificuldades de transporte e fornecimento restrito de peças essenciais, incluindo chicotes elétricos.

A Tesla conseguiu retomar a produção de forma parcial em 19 de abril em formato que as autoridades chinesas descrevem como um controle de “circuito fechado” para impedir a propagação da Covid-19. As empresas em Xangai só podem reabrir caso operem sob esse esquema, que exige isolamento dos trabalhadores.

O governo da cidade está pedindo às autoridades locais que acelerem as aprovações de certificados necessários para que os trabalhadores retornem às fábricas a partir desta semana.

A montadora vendeu apenas 1.512 veículos elétricos na China em abril, abaixo dos 65.754 no mês anterior.

Antes do lockdown, a Tesla fazia três turnos na fábrica de Xangai. A unidade é sede da produção dos veículos Model 3 e Model Y e reabriu em 19 de abril após um fechamento de 22 dias, o mais longo desde que o local foi inaugurado no final de 2019.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: