Bitcoin reduz perdas com estabilização de mercado de criptomoedas

O mercado de criptomoedas desabou nesta semana depois que o Celsius congelou saques e transferências entre contas

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Tevarak/Getty Images
Tevarak/Getty Images

A principal criptomoeda do mundo recuou mais cedo até 7,8%, para R$ 101.477,08, menor cotação desde dezembro de 2020

Acessibilidade


O bitcoin reduziu perdas ontem depois de afundar para a menor cotação em 18 meses, impulsionado pela decisão de aumento de juros pelo Fed e após a derrocada do mercado de criptomoedas nesta semana por conta do congelamento de saques promovido pelo banco norte-americano de moedas digitais Celsius.

A principal criptomoeda do mundo recuou mais cedo até 7,8%, para R$ 101.477,08, menor cotação desde dezembro de 2020. A moeda digital acumula desvalorização de 33% contra o dólar desde sexta-feira, caindo mais de 50% desde o começo do ano e perdendo cerca de 70% ante o recorde de 69 mil dólares atingido em novembro.

Às 19h (horário de Brasília), o bitcoin exibia alta de 1,9%, a R$ 113.791,61.

O mercado de criptomoedas desabou nesta semana depois que o Celsius congelou saques e transferências entre contas, disparando temores de contágio em um setor já abalado pelo colapso da stablecoin terraUSD no mês passado.

O banco central norte-americano, elevou sua meta de taxa de juros em 0,75 ponto percentual, cumprindo expectativas do mercado. A magnitude foi a maior desde 1994. O índice de tecnologia Nasdaq, que também vinha caindo nas últimas semanas, nesta sessão subiu 2,5% após o Fed.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Conforme a realidade do mercado ‘bearish’ começa a se impor, as fraquezas estruturais escondidas de projetos que apenas funcionavam quando os preços subiam estão começando finalmente a aparecer”, disse Mikkel Morch, diretor executivo do fundo de hedge de ativos digitais ARK36.

O Celsius contratou advogados para reestruturação e buscando opções de financiamento com investidores, publicou o Wall StreetJournal, citando fontes.

Criptomoedas menores, que tendem a acompanhar as oscilações do bitcoin, também registraram perdas durante o dia. O ether, caiu para até 1.013, menor valor desde janeiro do ano passado. Mas exibia alta de 3% às 19h (horário de Brasília), a R$ 6281

Compartilhe esta publicação: