Bitcoin se mantém perto de US$ 20 mil, e investidores temem "efeito dominó"

O bitcoin caiu no sábado para US$ 17.592,78, recuando abaixo de US$ 20 mil pela primeira vez desde dezembro de 2020.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Às 11h08 (horário de Brasília), o bitcoin mostrava oscilação positiva de 0,08%, a US$ 20.554

Acessibilidade


O setor de criptomoedas mostrava tensão hoje (20), com a cotação do bitcoin se mantendo no patamar de US$ 20 mil e os investidores temendo que problemas nos principais grupos de criptomoedas possam desencadear um abalo mais amplo do mercado.

O bitcoin caiu no sábado para US$ 17.592,78, recuando abaixo de US$ 20 mil pela primeira vez desde dezembro de 2020.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Às 11h08 (horário de Brasília), o bitcoin mostrava oscilação positiva de 0,08%, a US$ 20.554. Porém, no ano, a moeda digital acumula desvalorização de 55%, recuando 35% apenas neste mês.

O fundo de hedge de criptomoedas Three Arrows Capital está explorando opções, incluindo a venda de ativos e um resgate por outra empresa, disseram seus fundadores ao Wall Street Journal em uma matéria publicada na sexta-feira, no mesmo dia em que o banco de criptomoedas asiático Babel Finance, anunciou suspensão de saques.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Provavelmente vimos o pior…mas a maioria do setor está preparada para mais do que está por vir”, disse Joseph Edwards, chefe de estratégia financeira da empresa de gestão de fundos Solrise Finance.

“Há muito crédito sendo retirado do sistema e se os bancos tiverem que absorver perdas de Celsius e Three Arrows, eles reduzirão o tamanho de suas exposições, o que significa que todo o montante de crédito disponível no ecossistema de criptomoedas será muito reduzido”, disse Adam Farthing, diretor de risco para o Japão no provedor de liquidez de ativos digitais B2C2.

“Parece muito 2008 para mim, em termos de como pode haver um efeito dominó de falências e liquidações”, disse Farthing.

Criptomoedas menores, que geralmente acompanham o movimento do bitcoin, também foram afetadas. O ether recuava 0,23%, a US$ 1.124, nesta segunda-feira, tendo caído abaixo de seu próprio nível simbólico de US$ 1 mil no fim de semana.

A queda nos mercados de criptomoedas coincidiu com um recuo recente dos mercados acionários diante das preocupações com a alta dos juros e crescente probabilidade de recessão.

Os movimentos do bitcoin tendem a seguir um padrão semelhante a outros ativos de risco, como ações de empresas de tecnologia.

O valor geral do mercado de criptomoedas é de aproximadamente US$ 950 bilhões, de acordo com a Coinmarketcap, abaixo do pico de 2,9 trilhões em novembro do ano passado.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: