Dados fortes de emprego nos EUA sustentam apostas de altas de juros e Wall St cai

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Devik Jain e Anisha Sircar

(Reuters) – Os principais índices de ações dos Estados Unidos caíam nesta sexta-feira, pressionados pelos papéis de Tesla e Apple, enquanto um relatório sólido de empregos sustentava a visão de que o Federal Reserve continuará com um aperto monetário agressivo para conter a inflação.

Dez dos 11 principais setores do S&P apresentavam perdas, com o de consumo discricionário recuando 2,2% e o de tecnologia caindo 1,6%. O setor de energia ia na contração, com ganho de 1%.

Relatório do Departamento do Trabalho mostrou que houve abertura de 390.000 vagas de trabalho nos EUA em maio e que os salários cresceram com força, enquanto a taxa de desemprego permaneceu em 3,6% –sinais de um mercado de trabalho apertado.

Economistas consultados pela Reuters projetavam abertura de 325.000 postos no mês passado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“(Este relatório) dá permissão para o Fed continuar com as altas de juros porque o mercado de trabalho está forte. Eles podem se preocupar mais com as pressões inflacionárias e menos com o mercado de trabalho, disse Anthony Saglimbene, estrategista de mercado global da Ameriprise Financial.

Às 12:04 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,95%, a 32.932,42 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 1,36%, a 4.119,95 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 2,08%, a 12.060,99 pontos.

Compartilhe esta publicação: