Energisa prevê instalar 1,7 GW de geração renovável e desativar termelétricas até 2026

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


SÃO PAULO (Reuters) – A Energisa anunciou nesta quarta-feira que prevê alcançar a instalação de 1,7 gigawatt (GW) de potência em usinas de energia renovável até 2026, como parte de suas metas associadas à agenda de compromissos ambientais, sociais e de governança (ESG).

Em comunicado, a companhia também divulgou os objetivos de, até 2026, descomissionar e desativar 171,7 MW em usinas termelétricas e disponibilizar energia limpa e acessível a 55 mil unidades consumidoras localizadas em áreas remotas atingidas por suas concessionárias.

O grupo Energisa atua em distribuição, geração e transmissão de energia, com presença forte no Norte e no Nordeste. Nos últimos anos, vem investindo em projetos para levar energia solar fotovoltacia a comunidades remotas, distantes das redes de distribuição convencionais, que hoje são atendidas por geração a diesel.

A companhia tem, por exemplo, um convênio com Ministério de Minas e Energia para levar geração solar a comunidades no Acre, Rondônia, Tocantins e Mato Grosso.

(Por Letícia Fucuchima)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: