Eneva irá emitir debêntures no valor de R$ 1,7 bilhão; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Cemig, Grupo GPS, Unidas, B3, Light e Kleper Weber

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (30), a Eneva divulgou prospecto preliminar da sua 8º emissão de debêntures, no valor de R$ 1,7 bilhão.

A Cemig aprovou a compra de 100% da participação em três usinas fotovoltaicas localizadas em Minas Gerais, por R$ 100 milhões

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Confira os destaques:

Eneva (ENEV3)

A Eneva divulgou prospecto preliminar da sua 8º emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor de R$ 1,7 bilhão. De acordo com o documento, o processo contará com até quatro séries.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Cemig (CMIG4)

A Cemig anunciou que aprovou a compra de 100% da participação societária em Sociedades de Propósito Específico (SPEs) detentoras de três usinas fotovoltaicas localizadas em Minas Gerais, por R$ 100 milhões.

De acordo com o documento, o valor total a ser desembolsado pela Cemig será de aproximadamente R$ 100 milhões e ocorrerá a medida em que as usinas entrarem em operação.

Via (VIIA3)

O conselho de administração da varejista Via, dona de marcas como Casas Bahia e Ponto, aprovou a captação de até R$ 600 milhões com a emissão de debêntures, segundo ata de reunião divulgada hoje.

Os recursos serão utilizados pela Via para pagamento de gastos, custos e despesas imobiliárias futuras de expansão.

Grupo GPS (GGPS3)

O Grupo GPS conclui, por meio de sua controlada In-Haus Serviços Industriais e Logística, a aquisição de 60% da empresa Motus.

Unidas (LCAM3)

A Unidas divulgou que, mediante ao avanço da combinação de negócios com a Localiza (RENT3), os acionistas da empresa terão direito a 0,43884446 ações ordinárias da nova parceira.

Light (LIGT3)

A Light informou ao mercado que o diretor-presidente da companhia, Raimundo Nonato Alencar de Castro, renunciou ao cargo por motivos pessoais. A posição será ocupada, de forma interina, por Wilson Martins Poit.

Kleper Weber (KEPL3)

A Kleper Weber assinou um memorando visando a aquisição de 50% mais uma quota da Procer Automação, principal player do Brasil com foco específico em tecnologias para desenvolver equipamentos que permitem a automação de silos.

De acordo com o documento, a conclusão da operação, com a consequente transferência das quotas estão sujeitas ao cumprimento de condições suspensivas usuais em operações dessa natureza.

A companhia também aprovou o programa de recompra de até 8.986.007 ações. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: