Guedes deu aval a novos benefícios, mas com limite de prazo e de custo, diz secretário do Tesouro

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


BRASÍLIA (Reuters) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, deu aval para a adoção de medidas para mitigar os efeitos sociais da alta do petróleo, mas estabeleceu limites de prazo e de custo para as iniciativas, disse nesta quarta-feira o secretário do Tesouro Nacional, Paulo Valle, argumentando que o pacote de benefícios em análise no Congresso não comprometerá a trajetória fiscal do país.

Em entrevista coletiva para comentar dados das contas públicas, Valle também afirmou que a inclusão das medidas em uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), instrumento com a hierarquia normativa mais alta do país, dá segurança jurídica para a liberação dos recursos.

(Por Bernardo Caram)

Compartilhe esta publicação: