Ibovespa abre em ligeira alta e busca sustentar ganhos

Política monetária dos Estados Unidos dá o tom do dia, com divulgação do Livro Bege do Fed, às 15h

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa opera entre perdas e ganhos, após abrir em ligeira alta de 0,15%, a 111.516 pontos, às 10h10 (horário de Brasília). O principal índice da Bolsa brasileira busca uma direção, assim como seus pares internacionais hoje (1º).

Lá fora, as Bolsas europeias e os futuros de Nova York procuram uma direção em meio aos temores em relação à inflação, que pode pressionar os bancos centrais a uma política monetária mais restritiva por meio do aumento dos juros.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Nesta quarta, o Federal Reserve começa a redução do seu balanço patrimonial que dobrou de tamanho desde 2020, como medida para controle da economia durante a pandemia. Atualmente, o banco central americano detém US$ 8,9 trilhões (cerca de R$ 42,37 trilhões) em títulos. Os resgates que serão promovidos pelo Fed tem como objetivo enxugar a liquidez dos mercados, o que deve provocar mais volatilidade.

Também hoje será a divulgação do Livro Bege do Fed, às 15h. O documento contém as condições econômicas que devem nortear o próximo encontro de política monetária da autoridade financeira, marcado para os dias 14 e 15 de junho. O Fed já indicou um aumento de 0,5 pontos percentuais para os juros em junho e julho, mas o mercado busca mais informações.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Com incertezas no radar, os futuros de Nova York operam em alta nesta manhã. O Dow Jones sobe 0,66%, o S&P avança 0,48% e o Nasdaq ganha 0,51% por volta das 10h20 (horário de Brasília).

Na Europa, as bolsas operam mistas. O DAX, da Alemanha, sobe 0,51%, o FTSE, de Londres, apresenta estabilidade (+0,04%) e o índice STOXX600 cai 0,1%.

No mercado asiático, as ações chinesas caíram mesmo após o fim do lockdown em Xangai. Investidores se preocupam com o rumo da economia do país depois do período de isolamento. A flexibilização do lockdown ocorreu após o gabinete da China ter anunciado ontem (31) um pacote de 33 medidas que abrangem políticas fiscais, financeiras, de investimento e industriais para reviver o comércio e indústria locais.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, caiu 0,56%. Na China, o Xangai perdeu 0,13%. Em Taiwan, o Taiex recuou 0,79%. Já no Japão, o Nikkei subiu 0,65% e o sul-coreano Kospi permaneceu fechado no dia de hoje.

Cenário interno

Por aqui, nesta manhã a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou que o Índice de Confiança Empresarial (ICE) subiu 2,9 pontos em maio ante abril, para 97,4 pontos. Com isso, o indicador sobe pelo terceiro mês seguido, consolidando a recuperação iniciada em março.

No radar empresarial, o destaque fica para a Petrobras (PETR3 e PETR4) que lançou hoje um novo site para mostrar aos consumidores quais são as parcelas envolvidas na formação dos preços da gasolina, diesel e gás de cozinha (GLP).

Em meio a uma campanha de desestatização e críticas sobre a política de paridade internacional dos preços do petróleo, a estatal tenta apresentar mais transparência sobre suas políticas internas.

Com o mercado internacional focado nas preocupações com juros e inflação, o dólar operava em queda frente ao real nas negociações iniciais de hoje, movimento em linha com o fortalecimento de algumas divisas arriscadas no exterior, como a australiana e a sul-africana.

Por volta das 10h10 (horário de Brasília), a queda do dólar era de 0,19%, com a moeda cotada em R$ 4,7427.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: