Ibovespa fecha em alta e retoma os 100 mil pontos; PETR3 avança 6,75%

Ações da Petrobras sobem e são destaque entre as maiores valorizações do dia

Naty Falla
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa iniciou a semana em terreno positivo, encerrando a sessão de hoje (27) em alta de 2,12%. Com isso, o principal índice da Bolsa brasileira retornou à casa dos 100 mil pontos (100.764) e descolou dos índices de Wall Street, que fecharam em queda.

Por aqui, a alta da Bolsa foi sustentada pelas ações da Petrobras (PETR3; PETR4), após a estatal informar que seu conselho de administração decidiu nomear Caio Mário Paes de Andrade como conselheiro e o elegeu para o cargo de presidente-executivo.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Além disso, o Itaú BBA retomou a cobertura da companhia, com recomendação outperform, considerado um voto de confiança, com preço-alvo de R$ 43 para as ações preferenciais e de US$ 16,4 para os ADRs.

“Apesar de sermos sensíveis ao fluxo intenso de notícias sobre a empresa, ajustamos nossas lentes para focar nos fortes fundamentos da empresa e no sólido desempenho operacional”, comunicaram os analistas em relatório divulgado hoje.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Outras petrolíferas também aparecem na seção das maiores altas do dia, com papéis de 3R Petroleum (RRRP3) e PetroRio (PRIO3) valorizando 6,41% e 5,30%, em meio ao avanço das cotações da commodity. Em seguida aparecem as ações da Eneva (ENEV3), com avanço de 5,78%.

Do lado oposto, papéis de Méliuz (CASH3), IRB Brasil (IRBR3), Azul (AZUL4), CVC (CVCB3) e Gol (GOLL4) aparecem entre as maiores quedas, com desvalorizações de 5,56%, 5,35%, 5,33%, 4,70% e 4%, respectivamente.

Cenário internacional

Nos Estados Unidos, o temor sobre uma possível recessão segue no radar dos investidores e as ações encerraram o pregão de hoje em queda. O Federal Reserve, banco central do país norte-americano, tem elevado os juros rapidamente para tentar domar a inflação mais alta em 40 anos.

Dow Jones terminou a sessão em queda de 0,20%, aos 31.438 pontos. O S&P 500 recuou 0,30%, aos 3.900 pontos e o Nasdaq desvalorizou 0,72%, aos 11.524 pontos.

O dólar comercial teve desvalorização de 0,31% ante real, cotado a a R$ 5,23.

Já o mercado europeu fechou misto, impulsionado pelo setor de mineração após a flexibilização das restrições contra a Covid-19 na China melhorar o sentimento global.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: