Localiza e Arezzo aprovam distribuição de JCP; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Petrobras, PetroRecôncavo, Oi e Omega Energia

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (28), a Localiza e a Arezzo aprovaram a distribuição de R$ 131,6 milhões e R$ 61,6 milhões em JCP aos seus acionistas. O pagamento será realizado em agosto e julho, respectivamente.

A Petrobras reiniciou os processos de venda das refinarias Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, e Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Confira os destaques:

Localiza (RENT3)

O conselho de administração da Localiza informou que aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) no valor de R$ 131,6 milhões, equivalente a um valor bruto por ação de R$ 0,17. O montante será distribuído no dia 26 de agosto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os proventos serão pagos aos acionistas na base da companhia em 30 de junho.

Arezzo (ARZZ3)

A Arezzo também aprovou o pagamento de JCP aos seus acionistas, no total de R$ 69,683 milhões, equivalente a R$ 0,6348 por ação. O pagamento deve ser realizado no dia 14 de julho.

Para ter direitos aos proventos, é necessário ter papéis da companhia no dia 1º de julho.

Petrobras (PETR3/PETR4)

A Petrobras reiniciou os processos de venda das refinarias Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, e Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul, assim como os ativos logísticos integrados a elas, conforme fato relevante.

O plano de desinvestimento em refino da Petrobras representa, aproximadamente, 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado, e considera a venda integral de oito refinarias.

PetroRecôncavo (RECV3)

A PetroRecôncavo informou ao mercado que assinou contrato com a Companhia de Gás do Ceará (Cegás) para a venda de suprimento de gás natural, por meio das subsidiárias SPE Miranga e Potiguar E&P.

De acordo com o documento, o acordo prevê o fornecimento de 30 mil metros cúbicos/dia de gás natural, com vigência de um ano.

Omega Energia (OMGE3)

A Omega Energia informou que seus controladores Tarpon Gestora de Recursos e Lambda 3 assinaram acordo de acionistas com a Actis LLP para a transferência de ações da companhia.

De acordo com o documento, a negociação também prevê um aumento de capital de até R$ 850 milhões e entrará em vigor na data em que a Actis passar a ser titular de, no mínimo, 10% do capital social da Omega.

Oi (OIBR3)

A Oi apresentou à Justiça o quadro geral de credores (QGC) da companhia, documento que havia sido solicitado pelo juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio.

Com o quadro de credores completo, o juiz poderá preparar a sentença de conclusão da recuperação judicial da companhia. (Com Reuters)

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: