Minério de ferro cai após alta de preços pressionar margens de siderúrgicas chinesas

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) – Os contratos futuros de minério de ferro de referência na Ásia caíram nesta quarta-feira, com o sentimento do mercado afetado pela redução da lucratividade nas siderúrgicas chinesas após uma recente alta nos preços dos ingredientes siderúrgicos.

O minério de ferro mais negociado para entrega em setembro na Dalian Commodity Exchange da China encerrou as negociações diurnas em queda de 0,5%, a 926,50 iuanes (138,85 dólares) a tonelada.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de minério de ferro mais ativo de julho caiu 0,2%, para 144,30 dólares a tonelada.

Um rali de preços que começou no final de maio levou o minério de ferro na bolsa de Dalian a uma alta de 10 meses na segunda-feira, enquanto o contrato SGX atingiu seu maior nível em quase cinco semanas na terça-feira, sustentado pelo otimismo renovado em torno da demanda na China, maior produtora de aço do mundo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Preocupações com a redução dos estoques de minério de ferro importado nos portos chineses adicionaram combustível a esse rali.

Mas o minério de ferro e outros insumos siderúrgicos mais caros significam lucros reduzidos para as siderúrgicas, que ainda não viram uma recuperação significativa da demanda por aço, mesmo com a China aliviando as restrições contra a Covid-19.

O preço spot do minério de ferro para o material de referência com teor de 62% na China atingiu 147,50 dólares a tonelada nesta quarta-feira, segundo a consultoria SteelHome.

Compartilhe esta publicação: