Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA sobem mais do que o esperado

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


WASHINGTON (Reuters) – O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego aumentou mais do que o esperado na semana passada, mas ainda permanece em um nível consistente com um mercado de trabalho apertado.

Os pedidos iniciais de auxílio desemprego subiram em 27.000, para 229.000 na semana encerrada em 4 de junho, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam 210.000 pedidos para a última semana.

Os dados incluíram o feriado do Memorial Day. Fatores sazonais, o modelo que o governo usa para eliminar as flutuações sazonais dos dados, normalmente indicam grande declínio nos pedidos no período perto do feriado.

Há, no entanto, espaço limitado para grandes quedas, com os pedidos não ajustados já em níveis muito baixos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os pedido têm estado em uma faixa apertada desde que caíram para mínima de mais de 53 anos de 166.000 em março.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Compartilhe esta publicação: