Vale (VALE3) é ação mais recomendada do mês; PetroRio (PRIO3) é 2ª

Em junho, a mineradora recebeu 12 recomendações, após ser indicada 15 vezes no mês passado. PetroRio (PRIO3) teve 11

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:
Brendan McDermid/Reuters
Brendan McDermid/Reuters

O ranking da Forbes considerou 43 ações indicadas pelos principais bancos e corretoras do país

Acessibilidade


Em junho, a Vale (VALE3) liderou o ranking mensal da Forbes de ações mais recomendadas, apoiada pela expectativa de manutenção da demanda por minério de ferro após a flexibilização do lockdown na China.

Essa é a 20ª vez seguida que a mineradora figura em primeiro lugar na lista, realizada a partir do levantamento de 20 carteiras dos principais bancos e corretoras do país. Neste mês, a mineradora recebeu 12 indicações, após ser indicada 15 vezes no mês passado.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“Esperamos que a demanda por minério de ferro de alta qualidade continue decente no curto prazo, beneficiando a empresa devido ao incremento do projeto S11D (localizado no município de Canaã dos Carajás, no sudeste do Pará), que aumentou a oferta da commodity de maior qualidade da companhia”, avaliam analistas do Santander.

A flexibilização das medidas de isolamento social na China é um ponto positivo para a empresa, tendo em vista que o país é o maior consumidor de minério de ferro do mundo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em segundo lugar no ranking, ficou a PetroRio (PRIO3), com 11 indicações. A ação tem sido beneficiada pelo aumento dos preços do petróleo, que no mês passado voltaram a atingir US$ 120 o barril, e pela perspectiva de aumento da capacidade de produção da empresa.

“A PetroRio anunciou a concretização da negociação com a Petrobras sobre o Campo de Albacora Leste, o que, segundo relatório de certificação divulgado no final de maio, tem o potencial de dobrar a sua produção diária de óleo a partir do ano que vem”, ressaltam analistas da Ativa Investimentos.

Em terceiro lugar, ficou a Petrobras (PETR3;PETR4), com oito indicações. Especialistas avaliam que a companhia segue apresentando bons volumes de produção, com redução no custo de extração, e destacam a expectativa da entrada de novos poços a médio prazo, o que possibilitaria o aumento da sua produção.

Leia mais: Veja as ações que mais subiram e as que mais caíram em 2022

Analistas do Ágora Investimentos, porém, reconhecem a situação atual de instabilidade da estatal: “A Petrobras é um nome potencialmente mais volátil, à medida que nos aproximamos das eleições em 2022, e as recentes trocas no comando da companhia sugerem que a instabilidade nos preços continuará elevada.”

Em quarto lugar, houve um empate entre Gerdau (GGBR4) e Banco do Brasil (BBAS3), com sete indicações cada. Já em quinto lugar, ficaram Suzano (SUZB3), Itaú Unibanco (ITUB4) e Multiplan (MULT3), com seis indicações cada.

Confira as ações recomendadas pelos 20 bancos e corretoras consultados pela Forbes e os comentários de analistas sobre os papéis de maior destaque em maio:

Vale (VALE3) – 12 indicações

Órama Investimentos:

O que estamos vendo no mundo neste momento são economias aquecidas, com ampla liquidez e atividade econômica robusta. Essas componentes têm segurado os preços das commodities lá em cima.

Além disso, vemos no horizonte estímulos vindo para reforma de infraestrutura nas economias desenvolvidas, o que vai aumentar a demanda por minério no futuro. Esse crescimento de demanda tem impactado de forma significativa os preços da commodity e, consequentemente, beneficiado as mineradoras de forma geral.

Ágora Investimentos:

Os preços de minério de ferro permaneceram resilientes no primeiro semestre do ano, refletindo a menor oferta, diminuição dos estoques de minério de ferro e a sólida produção de aço chinesa (que não se deteriorou significativamente, mesmo com as restrições relacionadas à Covid-19).

A recuperação na demanda por aço no terceiro trimestre e a expectativa de melhor lucratividade para as siderúrgicas devem fornecer alguma sustentação aos preços do minério de ferro.

Leia mais: Como começar a investir em ações?

PetroRio (PRIO3) – 11 indicações

Terra Investimentos:

A PetroRio cresceu forte nos últimos anos, com bom histórico de criação de valor impulsionado por uma série de aquisições nos últimos oito anos, que lhe deram o controle de vários ativos importantes, maximizando a produção de sua base de ativos e com uma redução acentuada nos custos.

Os potenciais de curto prazo estão nos preços altos do petróleo, na produção dos novos poços nas áreas de Polvo e Frade, e [por ser um] um ativo interessante no setor tão exposto à Petrobras.

Planner:

O foco da PetroRio permanece na aquisição de campos maduros, redução dos custos e no incremento dos resultados, consolidando a companhia como uma das mais eficientes no segmento de exploração e produção de petróleo.

Petrobras (PETR3;PETR4) – 8 indicações

Santander:

Acreditamos que as capacidades de produção e exploração da empresa, lideradas por seus ativos de alta qualidade do pré-sal, permanecerão em vigor, apesar das incertezas no conselho administrativo.

Embora nossa recomendação seja de “manutenção”, continuamos com uma visão construtiva sobre os fundamentos da empresa. O fortalecimento de iniciativas ESG, por exemplo, com destaque para o compromisso de aceleração da descarbonização, pode contribuir para a confiança de investidores internacionais e ajudar a mitigar os riscos ambientais associados ao processo de extração, produção e refino de petróleo.

Guide Investimentos:

A companhia segue apresentando bons volumes de produção e redução no seu lifting cost (custo de extração) com maior participação das operações do pré-sal no portfólio. Esperamos a entrada em operação de novos poços a médio prazo, contribuindo para o aumento na produção.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: