Wall Street despenca após inflação aquecida alimentar temores de Fed mais combativo

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Devik Jain e Mehnaz Yasmin

(Reuters) – Os principais índices de ações dos Estados Unidos caíam acentuadamente nesta sexta-feira, quando dados mostraram que os preços ao consumidor norte-americano avançaram mais do que o esperado em maio, frustrando esperanças de que a inflação estaria próxima do pico e alimentando temores sobre medidas mais agressivas do Federal Reserve para domá-la.

Todos os 11 principais setores do S&P operavam no vermelho. Os setores de serviços de comunicação, tecnologia e consumo discricionário caíam entre 2,5% e 3,2%. As ações financeiras e de bancos perdiam 2,8%.

O Departamento do Trabalho dos EUA informou nesta sexta que seu índice de preços ao consumidor acelerou a alta a 1% em maio, de 0,3% em abril. O avanço acumulado em 12 meses foi de 8,6%, com os preços da gasolina atingindo um pico recorde e o custo dos serviços subindo ainda mais.

Economistas consultados pela Reuters previam que a inflação ao consumidor ficaria em 0,7% em maio na base mensal.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“O que isso provavelmente fará é mudar o cálculo de o que o Fed deve fazer em setembro versus o que deve fazer na semana que vem”, disse Art Hogan, estrategista-chefe de mercados da National Securities, em Nova York.

“Com isso quero dizer que você certamente terá um aumento de juros de 50 pontos-base na semana que vem… mas as apostas para setembro estavam divididas ao meio entre ajuste de 25 pontos-base e 50 pontos-base, e agora isso definitivamente mudou para 50 pontos-base.”

A reunião de política monetária do Federal Reserve dos EUA acontecerá nos dias 14 e 15 de junho. Investidores temem que um mercado de trabalho apertado, combinado à inflação persistentemente alta, force o Fed a acelerar o ritmo da retirada de seu apoio adotado durante a pandemia.

Os mercados monetários estão precificando ajustes de 0,50 ponto percentual nos juros pelo banco central dos EUA na semana que vem, em julho e em setembro. Uma pesquisa da Reuters também mostrou que economistas não esperam pausa no aperto monetário até o próximo ano.

Às 11:47 (de Brasília), o índice S&P 500 perdia 2,68%, a 3.910,26 pontos, enquanto o Dow Jones caía 2,11%, a 31.593,35 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 3,14%, a 11.385,08 pontos.

Compartilhe esta publicação: