Wall Street fecha em alta com ações de crescimento, mas temor inflacionário paira

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) – Os mercados de ações dos Estados Unidos encerraram em ligeira alta a instável sessão desta segunda-feira, ajudados por ganhos na Amazon.com e outras ações de crescimento de megacapitalização, enquanto preocupações persistentes com a inflação e as taxas de juros contiveram o otimismo.

As ações da Amazon.com Inc subiram 2% e adicionaram o maior número de pontos aos índices S&P 500 e o Nasdaq, depois que o varejista online fez um desdobramento de ações na proporção de 1 para 20.

Os papéis da Apple Inc tiveram alta de 0,5%. Em sua conferência anual de desenvolvedores de software, a gigante de tecnologia anunciou, entre outras coisas, que integrará mais profundamente seu software aos principais sistemas de direção dos carros.

O índice S&P 500 fechou em alta de 0,31%, a 4.121,43 pontos. O Dow Jones subiu 0,05%, a 32.915,78 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 0,4%, a 12.061,37 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Investidores continuam focados na inflação e no aumento das taxas de juros. Dados de preços ao consumidor dos EUA na sexta-feira devem mostrar uma inflação ainda alta, e os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA subiram nesta segunda-feira.

“Há algum tempo há um estica e puxa nos mercados”, disse Paul Nolte, gestor de portfólio da Kingsview Investment Management em Chicago.

Os ânimos receberam impulso da flexibilização de repressões regulatórias na China e de sinais em partes do país de um retorno à atividade mais normal após o maior surto de Covid-19 do país na nação em dois anos.

As ações do Twitter Inc caíram 1,5%, depois de o bilionário Elon Musk dizer que poderá desistir de sua oferta de compra se a empresa de mídia social não fornecer dados sobre spam e contas falsas.

As ações de empresas chinesas listadas nos EUA subiram após um relatório apontar que reguladores chineses estão concluindo investigações sobre a gigante Didi Global Inc e duas outras companhias. Didi Global saltou 24,3%.

Compartilhe esta publicação: