Atividade industrial da China expande em junho no ritmo mais forte em 13 meses, mostra PMI do Caixin

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


PEQUIM (Reuters) – A atividade industrial da China expandiu em junho no ritmo mais forte em 13 meses, impulsionada por uma forte retomada da produção, uma vez que a suspensão dos lockdowns contra a Covid-19 levou as fábricas a correrem para atender a demanda, mostrou pesquisa nesta sexta-feira.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) de indústria do Caixin/Markit subiu a 51,7 em julho de 48,1 no mês anterior, também indicando a primeira expansão em quatro meses.

O resultado ficou bem acima da expectativa de analistas de 50,1. A marca de 50 separa crescimento de contração.

A recuperação sugerida na pesquisa do Caixin, que foca mais em empresas pequenas e orientadas para exportações em regiões costeiras, foi mais convincente em comparação com o levantamento oficial.

A atividade econômica acelerou em junho já que vários lockdowns contra a Covid-19 foram suspensos com a queda nos casos de Covid-19, além de uma série de medidas de suporte apresentadas pelo Conselho de Estado no final de maio para estabilizar o crescimento.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O subíndice de produção atingiu o nível mais alto desde novembro de 2020, enquanto as novas encomendas, impulsionadas pelo primeiro aumento nas encomendas de exportação em cerca de um ano, interromperam três meses de perdas e registraram o maior crescimento em quatro meses.

(Reportagem de Stella Qiu e Ryan Woo)

Compartilhe esta publicação: