Revolut avança em estratégia para se tornar super app financeiro global

Sediada em Londres, a empresa atualmente oferece serviços de pagamentos, negociação de criptomoedas, contas de poupança e negociação de ações

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

A Revolut também está abrindo novos corredores de envios de dinheiro para permitir que seus usuários dos EUA realizem transações internacionais em até 30 minutos

Acessibilidade


A plataforma bancária digital Revolut está trabalhando em expandir seus serviços para carteiras descentralizadas de criptomoedas e analisando o setor de crédito imobiliário, disse seu presidente-executivo, buscando tornar-se um super app financeiro.

A Revolut não está sozinha em sua busca para se tornar um super aplicativo financeiro mundial. Marcas globais como Amazon, IKEA e Walmart estão eliminando o intermediário financeiro tradicional e conectando softwares de startups de tecnologia para oferecer aos clientes tudo, desde serviços bancários e crédito até seguros.

A Revolut, sediada em Londres, atualmente oferece serviços de pagamentos, negociação de criptomoedas, contas de poupança e negociação de ações. A empresa está focada no curto prazo na expansão de suas ofertas de remessas de recursos e no lançamento de um produto de financiamento ao consumo do tipo “compre agora, pague depois”.

Mas a empresa de tecnologia financeira tem mais trabalho a fazer para se tornar um balcão único para serviços financeiros, disse o presidente-executivo, Nik Storonsky.

“Por exemplo…carteiras descentralizadas e depósitos e saques de criptomoedas, empréstimos. Essa é outra peça que está faltando e na qual estamos trabalhando”, disse ele à Reuters.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Storonsky acrescentou que também é importante para a empresa considerar a expansão para hipotecas, já que os empréstimos ao setor de habitação “são uma parte bastante importante da vida financeira do consumidor”.

A fintech também está abrindo novos corredores de envios de dinheiro para permitir que seus usuários dos Estados Unidos realizem transações internacionais em até 30 minutos. A empresa introduziu remessas de recursos sem cobrança de taxas para contas bancárias no México em janeiro e recentemente lançou transferências rápidas dos Estados Unidos para o Chile, Brasil e Coreia do Sul.

“É incrível, porque ninguém no mundo pode fazer isso. Se você verificar WorldRemit ou [Wise] ou Western Union, nenhum deles tem essa capacidade de transferência instantânea de dinheiro sem taxas”, disse Storonsky.

Compartilhe esta publicação: