CSN acerta compra da operadora da usina hidrelétrica Quebra-Queixo

Segundo a Companhia Siderúrgica Nacional, objetivo da aquisição é "fortalecer a estratégia de expansão dos negócios, através de investimentos em energia renovável"

Reuters
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Ueslei Marcelino
REUTERS/Ueslei Marcelino

O fechamento da operação está sujeito a certas condições suspensivas.

Acessibilidade


A CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e sua controlada CSN Energia assinaram contrato para aquisição da Chapecó, que detém o direito de exploração da usina hidrelétrica Quebra-Queixo, localizada em Santa Catarina, pelo preço base de R$ 427,5 milhões, disse hoje (4) o grupo siderúrgico.

As partes vendedoras são a Astra Infraestrutura I, fundo de investimento em participações administrado pela Reag Administradora de Recursos, e a BMPI.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O valor do negócio, sujeito a ajustes, não havia sido revelado em fato relevante ao mercado, mas consta na ata da reunião do conselho de administração da CSN que aprovou o negócio.

A usina Quebra-Queixo tem uma capacidade instalada de 120 megawatts médios.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O objetivo da aquisição é “fortalecer a estratégia de expansão dos negócios da CSN, através de investimentos em energia renovável e autoprodução para a maior competitividade dos seus negócios”, disse a empresa em fato relevante.

A CSN afirmou que o contrato prevê o direito de cessão, pela CSN e CSN Energia, dos direitos e obrigações decorrentes do contrato a qualquer de suas afiliadas.

O fechamento da operação está sujeito a certas condições suspensivas, incluindo a aprovação por autoridades concorrenciais e regulatórias.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: