Demanda por voos da Azul sobe 40% em junho e 64% no 2° trimestre

A oferta total de voos da Azul com base no ASK subiu 35,8% no mês e 59,6% entre abril e o final de junho, ambos na comparação anual

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Fila de check-in da Azul no aeroporto de Viracopos, em Campinas

Acessibilidade


A demanda por voos nacionais e internacionais da companhia aérea Azul medida pelo indicador RPK cresceu 40,1% em junho frente ao mesmo período do ano passado, disse a empresa nesta quinta-feira, acumulando alta de 63,8% no segundo trimestre.

A oferta total de voos da Azul com base no ASK subiu 35,8% no mês e 59,6% entre abril e o final de junho, ambos na comparação anual, segundo a empresa.

A taxa de ocupação das aeronaves da companhia aérea em junho ficou em 79,3% ante 76,8% em igual mês de 2021. No trimestre, foi de 78,7%, alta de 2 pontos percentuais frente um ano antes.

Considerando apenas o mercado doméstico, a demanda da Azul cresceu 26,3% em junho e a oferta avançou 27,6%. No trimestre os índices de crescimento foram de 50% e 51,6%, respectivamente, sobre um ano antes.

Por volta de 11h10, a ações da Azul subiam 3,5%, a 12,05 reais cada, enquanto o Ibovespa tinha valorizaçào de 1,9%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: