Ibovespa fecha de novo no vermelho e se mantém nos 98 mil pontos

Investidores seguem atentos à PEC dos Auxílios, que alimenta temores com o cenário fiscal

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa encerrou o pregão de hoje (4) em queda de 0,35%, se mantendo na casa dos 98 mil pontos (98.609). A sessão foi de baixa liquidez por causa do feriado do Dia da Independência nos Estados Unidos, que fechou as Bolsas em Wall Street. O volume financeiro do principal índice da Bolsa brasileira somou R$ 11,2 bilhões.

No cenário doméstico, investidores seguem atentos à tramitação da PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Auxílios, que aumenta os temores com o cenário fiscal. O projeto prevê um aumento dos gastos fora do teto de cerca de R$ 50 bilhões.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“Com a eventual instauração do ‘estado de emergência’, vai ser dada uma carta branca para o Estado gastar como bem entender, aumentando a pressão sobre as contas públicas. E é isso que assusta o mercado”, explica Idean Alves, sócio e chefe da mesa de operações da Ação Brasil Investimentos.

O dólar se manteve em alta e fechou com avanço de 0,06%, negociado a R$ 5,32.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Entre os indicadores econômicos, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo subiu 0,28% em junho, desacelerando ante a alta de 0,42% em maio, com queda nos custos de habitação e transporte.

Os dados da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) mostram que os preços de habitação tiveram recuo de 0,57% no mês, enquanto os de transporte caíram 0,25%.

Maiores altas e baixas

As ações do IRB Brasil (IRBR3) lideraram o ranking das maiores quedas, caindo 4,63% na sessão de hoje, a R$ 2,06. Em seguida, aparecem os papéis de Yduqs (YDUQ3), com desvalorização de 4,31%, a R$ 12,42.

O setor de varejo também foi destaque entre as maiores baixas do dia, em meio a um cenário de juros altos e elevação da percepção de risco fiscal. Magazine Luiza (MGLU3) e Via (VIIA3) terminaram o dia com a mesma desvalorização: -3,18%.

Já entre as maiores altas do pregão de hoje, estão os papéis de Hapvida (HAPV3), Locaweb (LWSA3), Positivo (POSI3), BRF (BRFS3) e PetroRio (PRIO3), com altas de 7,47%, 4,20%, 3,15%, 3,13% e 3,12%.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: