Iguatemi tem alta de 30% nas vendas do 2º trimestre ante 2019

Na semana passada, a rival Multiplan informou que as vendas totais nos shoppings da companhia no segundo trimestre subiram 28,8% sobre o mesmo período de 2019

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Divulgação/Iguatemi
Divulgação/Iguatemi

As vendas dos lojistas do Iguatemi no segundo trimestre somaram R$ 4,3 bilhões

Acessibilidade


A administradora de shoppings de alto padrão Iguatemi informou hoje (13) que as vendas de seus lojistas no segundo trimestre somaram R$ 4,3 bilhões, recorde para o período, um crescimento de 30,2% ante o mesmo período de 2019.

As vendas mesmas lojas subiram 31% de abril ao fim de junho ante o mesmo período de 2019. A companhia não forneceu comparações com o segundo trimestre de 2021.

“A retomada das vendas atrelada às economias no condomínio continua trazendo espaço para retirada dos descontos, sem impactar indicadores como custo de ocupação e inadimplência líquida, que ficaram abaixo do segundo trimestre de 2019”, afirmou a Iguatemi na prévia dos resultados do período.

Na semana passada, a rival Multiplan informou que as vendas totais nos shoppings da companhia no segundo trimestre subiram 28,8% sobre o mesmo período de 2019 e 64,5% ante os meses de abril a junho do ano passado, para R$ 4,9 bilhões, recorde para o período.

Segundo a Iguatemi, “a recuperação das vendas, somadas aos esforços de contenção dos custos de condomínio, fez com que retornemos aos nossos custos de ocupação históricos, o que nos possibilitou não só aumentar a cobrança dos aluguéis atuais, como também receber aluguéis passados, refletindo numa inadimplência negativa de 2,3% no trimestre”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As units da Iguatemi encerraram o dia em queda de 1,9%, enquanto a Multiplan teve alta nas ações de 1,1%. O Ibovespa fechou em queda de 0,4%.

Compartilhe esta publicação: