JPMorgan ajusta estimativas e eleva preço-alvo de Localiza

Após fusão com a Unidos, o banco reviu as projeções de lucro e Ebitda da Localiza, mas manteve a recomendação neutra.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Gabriel Araujo/Reuters
Gabriel Araujo/Reuters

Localiza concluiu a fusão com a Unidas e aumentou suas “vantagens competitivas”, segundo o JPMorgan. 

Acessibilidade


Analistas do JPMorgan ajustaram projeções para a locadora de veículos Localiza após a fusão com a Unidas e elevaram o preço-alvo das ações para R$ 65 cada, de R$ 60 anteriormente, conforme relatório enviado a clientes nesta terça-feira.

O novo preço-alvo tem como base o final do ano que vem, enquanto a estimativa anterior era para dezembro de 2022.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Apesar do ambiente macro desafiador e das preocupações globais, Fernando Abdalla e Guilherme Mendes afirmaram continuar otimistas com o setor em termos relativos, pois avaliam que a alta fragmentação do mercado e a previsibilidade de lucros devem sustentar um bom momento operacional nos próximos trimestres.

“As vantagens competitivas da Localiza em relação a companhias menores – menor custo de captação, maior escala, melhores condições de compra/venda de carros, entre outros-, principalmente após a fusão com a Unidas, devem permitir ampliar ainda mais a participação de mercado.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Localiza anunciou na semana passada que concluiu a aquisição da rival Unidas.

Os analistas do JPMorgan destacaram que a nova companhia surge como a maior do setor de aluguel de veículos no Brasil, com uma frota de quase 450 mil carros.

Eles agora esperam lucro líquido ajustado de R$ 3,026 bilhões em 2022 e R$ 2,998 bilhões em 2023, de R$ 2,143 bilhões e R$ 2,314 bilhões antes, respectivamente.

Para o Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) ajustado, mudaram de R$ 5,369 bilhões para R$ 8,860 bilhões neste ano e de R$ 5,991 bilhões para R$ 9,478 bilhões no próximo.

A recomendação ‘neutra’ para a ação da Localiza, por sua vez, foi mantida, com os analistas afirmando que, no setor, ainda preferem a Movida, que tem classificação ‘overweight’ em razão do forte desconto no valuation (avaliação) do papel.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: