Klabin recua forte e toca mínima desde 2020 após anunciar nova fábrica

Conselho de administração da empresa aprovou investimento de até R$ 1,567 bilhão na construção de fábrica de papelão ondulado em Piracicaba

Reuters
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

Papéis da Klabin caíam 5,35%, a R$ 18,06 cada, na manhã de hoje (21)

Acessibilidade


As units da Klabin chegaram a desabar mais de 8% hoje (21), após seu conselho de administração aprovar investimento de até R$ 1,567 bilhão na construção de uma fábrica de papelão ondulado em Piracicaba (SP). O plano teve objeção de alguns conselheiros da empresa.

A nova instalação terá capacidade para 240 mil toneladas anuais e previsão de início de operações no segundo trimestre de 2024, informou a companhia.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Por volta de 10h50, os papéis da Klabin caíam 5,35%, a R$ 18,06 cada, liderando as perdas do Ibovespa, referência do mercado acionário brasileiro, que perdia 0,92%. No pior momento, as units da empresa recuaram a R$ 17,50, mínima intradia desde maio de 2020

Analistas do Bradesco BBI afirmaram que o anúncio está em linha com a estratégia de longo prazo da Klabin, de aumentar sua flexibilidade operacional e nível de integração em um mercado em crescimento e historicamente menos volátil. Mas, acrescentaram, o capex (investimento) de cerca de US$ 1.195 por tonelada parece alto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Eles lembram que quando a Klabin anunciou a aquisição dos ativos de papelão ondulado da International Paper no início de 2020, por menos de US$ 300 por tonelada na época, mencionou um estudo de 2019 da Pöyry de que um projeto greenfield de ponta exigiria cerca de US$ 810 por tonelada de investimento.

“Reconhecemos a inflação significativa no período, mas cerca de US$ 1.195/t ainda é muito superior ao benchmark de 2019”, escreveram Thiago Lofiego e equipe em relatório a clientes.

Eles estimam, porém, que o anúncio não deve impactar materialmente a alavancagem financeira da empresa, que deve passar a 3 vezes na métrica dívida líquida/Ebitda no final de 2024, enquanto poderá gerar cerca de R$ 140 milhões a R$ 170 milhões em Ebitda incremental para a empresa.

O analista Andre Vidal, da XP Investimentos, disse esperar que a empresa divulgue mais detalhes sobre o projeto, bem como forneça mais informações sobre a decisão de investimento e detalhes sobre o montante de capex necessário para o projeto, para possibilitar melhor analisar da geração de valor.

Compartilhe esta publicação: