Lucro líquido da Weg cai no 2º tri, cadeia de suprimentos é empecilho

as margens operacionais ainda não alcançaram os níveis de 2021

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A fabricante de motores Weg (WEGE3) divulgou hoje (20) uma queda de 19,5% no lucro líquido do segundo trimestre ante mesmo período do ano anterior, e disse que as margens operacionais continuam sob pressão de dificuldades relacionadas à cadeia de suprimentos, apesar da “boa demanda” pelos produtos.

O lucro líquido da Weg ficou em R$ 912,96 milhões de abril ao final de junho, enquanto as margens operacionais ainda não alcançaram os níveis de 2021, em meio ao aumento dos custos de matérias-primas.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A empresa, com sede em Jaraguá do Sul, observou que os resultados do segundo trimestre de 2021 tiveram impacto positivo não recorrente de créditos tributários, e disse que, ajustado por esse efeito, o lucro líquido do trimestre passado cresceu 6,6% na base anual.

“Os resultados confirmaram nossas expectativas com relação à boa demanda por nossos produtos e serviços”, afirmou a empresa em relatório de resultados.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Porém, a margem Ebitda da Weg, observada de perto pelo mercado, caiu 0,6 ponto percentual em relação aos três meses imediatamente anteriores, para 17,5%, enquanto há um ano estava em 24,2%.

A empresa disse que enfrenta interrupções na cadeia de suprimentos e custos crescentes de matérias-primas, o que implica uma maior necessidade de capital de giro, mas afirmou que seu modelo de negócios, com visão de longo prazo, ajudou-a a mitigar esses riscos.

A receita operacional líquida da Weg cresceu 25% em relação a igual trimestre do ano passado, para R$ 7,18 bilhões, impulsionada por um salto de 41,1% no faturamento local.

A Weg disse que as receitas no Brasil foram alavancadas pelo bom desempenho no segmento de motores elétricos de baixa tensão, com destaque para setores como geração de energia renovável e transmissão e distribuição de energia. Os mercados externos mostraram boa demanda por bens industriais, acrescentou a companhia.

Analistas do BTG Pactual recentemente elevaram a recomendação da ação da Weg a “compra”, dizendo que a empresa era um bom nome defensivo em meio à forte liquidação do mercado.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: