Petrobras descobre acumulação de gás natural em poço exploratório na Colômbia

Segundo a estatal, o poço Uchuva-1 foi perfurado no Bloco Tayrona, do qual a Petrobras é operadora

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/File Photo/File Photo/Reuters
Paulo Whitaker/File Photo/File Photo/Reuters

Logo da Petrobras em tanque da refinaria de Paulínia

Acessibilidade


A Petrobras (PETR3/PETR4) anunciou hoje (29) a descoberta de acumulação de gás natural no poço exploratório Uchuva-1, perfurado em águas profundas da Colômbia.

Segundo a estatal, o poço Uchuva-1 foi perfurado no Bloco Tayrona, do qual a Petrobras é operadora. A petroleira brasileira tem uma participação de 44,44% do bloco, e sua parceria colombiana Ecopetrol detém os 55,56% restantes.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“O Bloco Tayrona consta na carteira da Petrobras para gestão ativa do portfólio e a abertura dessa nova fronteira está alinhada com o pilar estratégico da companhia em maximizar o seu valor com foco em exploração de ativos de águas profundas e ultraprofundas”, disse a Petrobras, em comunicado.

O poço está a 32 quilômetros da costa e a 76 quilômetros da cidade de Santa Marta, em uma lâmina d’água de aproximadamente 830 metros.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A companhia acrescentou que o resultado alcançado aumenta as perspectivas de desenvolvimento de nova fronteira de exploração e produção na Colômbia, e disse que o consórcio continuará com as atividades para avaliar a dimensão da acumulação.

Compartilhe esta publicação: