Por dentro do dia a dia dos bilionários e suas tarefas domésticas

Pessoas mais ricas do mundo não deixam de fazer tarefas como tirar o lixo e ir ao supermercado

Jemima McEvoy
Compartilhe esta publicação:
Forbes
Forbes

Pesquisa com 65 bilionários descobriu que muitos optam por fazer pelo menos algumas tarefas domésticas

Acessibilidade


O mundo dos bilionários pode estar repleto de jatos particulares, mega mansões e mais dinheiro do que a maioria poderia sonhar, mas o dia a dia deles parece muito mais típico do que muitos esperariam.

Isso é pelo menos de acordo com os resultados de uma pesquisa recente da Forbes USA. A pesquisa com 65 das pessoas mais ricas da Terra descobriu que, embora pudessem terceirizar facilmente, muitos bilionários ainda optam por fazer pelo menos algumas tarefas domésticas.

Leia mais: Quero doar minha fortuna até sair da lista da Forbes, diz Bill Gates

Mais de um terço disse que faz compras regularmente e leva o lixo para fora, enquanto 40% cozinha e passeia com seus cães. Mais da metade dos entrevistados disse assistir a jogos esportivos de seus filhos ou netos. A única tarefa menos popular foi lavar roupa, que apenas 8% dos bilionários disseram que tendem a fazer.

Há uma infinidade de razões pelas quais pelo menos alguns membros dos super-ricos ainda fazem essas tarefas comuns. O fundador da Amazon, Jeff Bezos, e o cofundador da Microsoft, Bill Gates – as pessoas 2 e 5 mais ricas do mundo, com valor estimado de US$ 146,8 bilhões e US$ 105 bilhões, respectivamente – discutiram anteriormente seus hábitos de lavar a louça todas as noites. “Eu gosto do jeito que eu faço isso”, Gates explicou de maneira simples em uma sessão de perguntas e respostas do Reddit de 2014.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Para alguns, como o investidor imobiliário Charles Cohen, cujo império estimado em US$ 3,6 bilhões inclui prédios de escritórios de luxo na cidade de Nova York e a rede de cinemas Landmark Theatres, fazer as tarefas é uma maneira de relaxar fora do trabalho. “É engraçado você trazer isso à tona porque estou voltando da Home Depot agora mesmo com alguns sprinklers e lâmpadas extras”, disse Cohen em um telefonema recente. “Gosto de sair e fazer as coisas sozinho.”

Leia mais: Veja a lista das pessoas mais ricas do mundo

Ele descreveu tarefas como fazer compras e fazer um churrasco como uma “ótima maneira de terminar a semana”. Cohen disse que cresceu nos subúrbios de Westchester, em Nova York, com uma governanta, e que ele e sua esposa tentam fazer mais trabalho em casa, em parte para dar um exemplo para seus filhos.

“Trata-se de fazer as coisas que você gosta de fazer e criar um estilo de vida que defina a maneira como você é e a maneira como deseja que seus filhos o percebam e os valores que você deseja que eles adotem”, disse Cohen.

“Se o sucesso muda você, então acho que você perdeu todo o sentido da vida.”

Frank VanderSloot

Frank VanderSloot, fundador e presidente executivo da empresa de saúde e bem-estar Melaleuca, e a pessoa mais rica de Idaho, disse que fazer tarefas domésticas parece natural para ele por causa da maneira como cresceu. Filho de um ferroviário, VanderSloot se lembra de acordar antes da escola para cortar lenha e ordenhar as vacas na fazenda de sua família no norte de Idaho.

“As pessoas pensam que você é uma pessoa diferente por causa do tamanho de sua conta corrente, mas não funciona assim, pelo menos eu não acho que funciona”, disse VanderSloot. Ele disse que ele e sua esposa, Belinda, contrataram alguém para ajudar na limpeza da casa, que tem 15 quartos para acomodar seus 14 filhos e 54 netos quando eles vêm visitar. Mas ele e sua esposa cuidam da maioria das tarefas domésticas, incluindo cozinhar e lavar roupa; eles pagam seus netos para fazer o trabalho de jardinagem.

“Acho que a riqueza ou o sucesso testarão seu caráter mais do que o fracasso jamais poderia, e você tem que estar à altura disso”, enfatizou. “Se o sucesso muda você, então acho que você perdeu todo o sentido da vida.”

Ainda outro bilionário, que pediu que seus comentários permanecessem anônimos, disse à Forbes que faz de tudo, desde tirar o lixo até lavar suas roupas – “sim, até lavar roupa e passar roupa ocasional” – porque “simplesmente não se sente confortável em aceitar serviços pessoais de outras pessoas.”

Nem todo mundo tem exatamente a mesma filosofia. Afinal, como indica a pesquisa, a maioria não faz todas essas tarefas: 60% disseram que não cozinham; 62% disseram que não levam o lixo para fora e 92% não lavam roupa.

Alguns podem ter boas razões. Jeff Greene, o empreendedor do setor imobiliário de Palm Beach que primeiro fez sua fortuna vendendo hipotecas subprime durante a Grande Recessão, insiste que, embora seja “bastante pé no chão”, a maioria das tarefas domésticas são realizadas por sua equipe. “Administro um negócio multibilionário. Eu tenho muita coisa acontecendo, então obviamente não é o melhor uso do meu tempo fazer coisas em casa que eu poderia contratar alguém para fazer”, disse ele.

Quando ele tem tempo fora do trabalho, Greene disse que prioriza passar o tempo com seus três filhos pequenos, que ele leva para a escola todos os dias. “Estamos muito envolvidos com nossos filhos”, disse ele, acrescentando: “É bom fazer isso… Comparado a brigar com algum empreiteiro por causa de um prazo, prefiro ficar com meus filhos”.

Veja insights de nossa pesquisa exclusiva com 65 bilionários globais:

  • 46% deles disse que participa de competições esportivas dos filhos ou netos
  • 40% cozinha
  • 40% passeia com o cachorro
  • 38% afirmou tirar o lixo
  • 33% diz ir ao supermercado
  • 19% leva os filhos ou netos para a escola
  • 8% lava a roupa

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: