Qualquer alta dos juros pelo BCE para acima de zero dependerá de dados, diz Panetta

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


FRANKFURT (Reuters) – O Banco Central Europeu está a caminho de tirar os juros do território negativo, mas qualquer aumento além disso dependerá dos dados recebidos já que as perspectivas são incertas, disse nesta sexta-feira Fabio Panetta, membro do Conselho do BCE.

O BCE deve aumentar os juros pela primeira vez em mais de uma década neste mês diante de uma inflação recorde, e revelar um novo esquema de compra de títulos destinado a limitar os custos de empréstimo para os membros mais endividados, como a Itália.

Panetta, indicado da Itália para o conselho do BCE, defendeu o plano do banco de aumentar os juros em 0,25 ponto percentual em 21 de julho, mas não repetiu a orientação de que a alta de setembro pode ser maior e disse que, ao invés disso, qualquer movimento deveria ser gradual.

“Estamos pondo fim às políticas que procuravam combater a dinâmica deflacionária, tais como compras de ativos e taxas negativas”, disse Panetta. “Mas além disso, novos ajustes em nossa postura de política monetária dependerão da evolução das perspectivas para a inflação e a economia.”

A inflação anual da zona do euro atingiu mais um recorde de 8,6% em junho, mostraram dados nesta sexta-feira, bem além meta de 2% do BCE.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

(Reportagem de Francesco Canepa)

Compartilhe esta publicação: