Cielo reporta maior lucro desde 2018; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Iguatemi, Braskem, Ambipar, Multiplan, Engie Brasil, 3R Petroleum, Copasa, Equatorial, Santander e JSL.

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (3), a Cielo reportou o maior lucro desde o 4º trimestre de 2018, totalizando R$ 635,3 milhões. Iguatemi, Engie Brasil, Copasa e JSL também divulgaram seus resultados do segundo trimestre.

A Multiplan anunciou que exerceu direito para comprar o restante da participação que ainda não possui no DiamondMall, shopping em Belo Horizonte, negócio em que vai pagar R$ 340 milhões.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Confira os destaques:

Cielo (CIEL3)

A Cielo superou com folga as previsões para o desempenho no segundo trimestre, montada no crescimento de volumes, recuperação de margens e controle de custos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A empresa informou que seu lucro somou R$ 635,3 milhões no período, um salto de 252,2% sobre um ano antes, refletindo também a receita extra com a venda da unidade norte-americana MerchantE.

Mas mesmo em bases recorrentes, o lucro de R$ 383 milhões foi 112,5% maior ano a ano e bem acima da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 285 milhões para o trimestre.

Iguatemi (IGTI3)

A Iguatemi, controlada pelo Grupo Jereissati, teve prejuízo líquido de R$ 133,3 milhões de reais de abril a junho, revertendo lucro de R$ 317,9 milhões um ano antes, de acordo com dados divulgados ontem (2).

Em termos ajustados, que excluem entre outros itens o efeito não caixa da variação do preço das ações da Infracommerce, a Iguatemi teve lucro de 55,4 milhões de reais, um salto de 166,7% frente ao mesmo período do ano passado. No segundo trimestre deste ano, as ações da Infracommerce caíram 68,7%.

A empresa também informou que avalia vender sua participação na empresa de infraestrutura de software para comércio eletrônico Infracommerce, que voltou a pressionar o resultado contábil da gestora de shopping centers no segundo trimestre, embora o desempenho operacional tenha ficado dentro do esperado pelo mercado.

Engie Brasil (EGIE3)

A Engie Brasil Energia reportou um lucro líquido de R$ 395 milhões para o segundo trimestre, 23,8% superior frente ao registrado em igual período de 2021.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado da controlada da francesa Engie alcançou R$ 1,8 bilhões, um aumento de 23,8% na comparação anual.

Segundo a companhia, seus resultados trimestrais foram positivamente impactados por maiores preços e volumes de energia vendida.

Copasa (CSMG3)

A Copasa encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 180,3 milhões, um recuo de 23,9% na comparação com o ano anterior

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda), somou R$ 492,2 milhões.

JSL (JSLG3)

A JSL divulgou seu balanço do segundo trimestre, no qual contou com lucro líquido ajustado de R$ 34,2 milhões, queda de 23,8% em comparação ao mesmo período de 2021.

O Ebitda da companhia, por sua vez, cresceu 102,5% e contou com margem de 18,3%.

Multiplan (MULT3)

A Multiplan anunciou que exerceu direito para comprar o restante da participação que ainda não possui no DiamondMall, shopping em Belo Horizonte, negócio em que vai pagar R$ 340 milhões.

A participação adicional de 49,9% está sendo comprada do Clube Atlético Mineiro e o acerto da gestora de shopping centers envolve R$ 136 milhões à vista e o restante em 12 parcelas mensais corrigidas pela inflação.

Braskem (BRKM5)

A petroquímica Braskem anunciou um acordo para comprar 61,1% da recicladora paulista Wise Plásticos por R$ 121 milhões, dentro do objetivo de eliminar resíduos do plástico da empresa..

A Wise é capaz de reciclar cerca de 25 mil toneladas de resíduos plásticos por ano e os recursos da petroquímica terão parte “relevante” aportada para duplicar essa capacidade até 2026, informou a Braskem em comunicado.

Ambipar (AMBP3)

A empresa brasileira de gestão ambiental Ambipar anunciou a compra de mais uma empresa na América do Norte, ampliando sua presença no continente. A companhia acertou acordo para comprar a Ridgeline Canada e não informou o valor da transação no comunicado.

A Ridgeline é a sexta aquisição no Canadá e a décima terceira na América do Norte realizada pela Ambipar, que passa a contar com 48 bases de operação na região.

Santander (SANB11)

O Santander aprovou novo programa de recompra de certificados de depósito de ações (units) ou de American Depositary Receipts (ADRs) de emissão da companhia, para manutenção em tesouraria ou posterior alienação.

O programa contará com a aquisição de até 36.986.424 Units, representativas de 36.986.424 ações ordinárias e 36.986.424 ações preferenciais, ou de ADRs, correspondendo a aproximadamente 1% da totalidade do seu capital social.

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R Petroleum contratou um financiamento de US$ 500 milhões para aquisição do Polo Potiguar (RN). O negócio terá vencimento entre 54 e 60 meses a contar da presente data.

Equatorial (EQTL3)

A Equatorial informou ao mercado que a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Amapá (Arsap) homologou um reajuste tarifário de 12,24% para a Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA), controlada indireta da companhia, determinado pelo Índice de Reajuste Contratual (IRC). A medida terá efeito a partir do dia 30 de agosto. (Com Reuters)

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: